PEARL JAM: Gigaton - Essencial, furioso e maduro!

No final de março, um dos álbuns mais aguardados do ano foi lançado. Sim, para delírio dos fãs, “Gigaton” (capa) PEARL_JAM_Gigatonchegou chegando e já é um dos discos mais aclamados do ano por crítica e público.  Escutamos o álbum e analisamos faixa a faixa. Leia na matéria que segue:

PEARL JAM: Gigaton
Essencial, furioso e maduro!

TEXTO: Denise Helena
IMAGENS: Divulgação


Após um intervalo de quase sete anos (o maior na história da banda), o Pearl Jam lançou um álbum de inéditas, seu décimo primeiro de estúdio. Seu antecessor foi o disco “Lightning Bolt” de 2013 (capa).Pearl_Jam_Lightning_Bolt “Gigaton”, que marca uma nova fase na carreira do grupo, teve como produtores Josh Evans e o próprio Pearl Jam. Porém, o engajamento político social da banda segue firme e forte, afinal, o álbum possui uma temática ambiental e com uma visão ácida da realidade. Aliás, “Gigaton” é a unidade de medida usada para calcular a quantidade de gelo que segue derretendo assustadoramente nos polos. 


Os Singles...

PEARL_JAM_Can't_Deny_MeEm 2018, o Pearl Jam havia lançado o single “Can't Deny Me” (capa). A canção era recheada de críticas ao atual presidente Donald Trump e foi produzida por Bredan O'Brien, dando esperança aos fãs de que a espera por um novo disco estava perto do fim. No entanto, “Can't Deny Me”, ficou fora de Gigaton.

O primeiro single foi “Dance Of The Clairvoyants” (capa),Pearl_Jam_Dance_O_The_Clairvoyants música que contou com a colaboração de todos os integrantes e possui um tom experimental, elementos oitentistas, e clara influência de Talking Heads e David Bowie. Inicialmente a música causou espanto, pelo uso de teclados e sintetizadores, artifício anteriormente utilizado pela banda em “You Are” do álbum "Riot Act" (2002), e que também remete a Bad Radio, banda de Eddie Vedder nos 1980.

PEARL_JAM_SUPERBLOOD_WOLFMOONO segundo single foi “Superblood Wolfmoon” (capa), que contou com um clipe em formato de animação, e que sossegou os fãs que não haviam digerido bem “Dance of the Clairvoyants”. Sobre a música, o guitarrista Stone Gossard declarou que ela não definia o disco, que teria de tudo um pouco: experimentalismo, baladas, e o rock vigoroso típico da banda. Além disso, foi liberado um link na fanpage da banda que inovou, por ser possível apontar celulares para a lua e ouvir a canção.Pearl_Jam_Quick_Escape

O terceiro e último single, foi “Quick Escape” (imagem promocional), e dessa vez, o diferencial de marketing foi o fato de a música ser disponibilizada em parceria com o jogo Space Invaders, um clássico do videogame criado em 1978 e bastante popular na década de 1980. 

Ainda como estratégia de mercado, foi anunciado o filme "The Gigaton Listening Experience” que contava com a audição do álbum em cinemas de todo o mundo dois dias antes do seu lançamento, (25/3/2020), mas por conta do Covid-19 o evento foi cancelado, assim como os shows, já programados. O guitarrista Mike McCready comentou sobre o disco: "Fazer esse álbum foi uma grande jornada. Foi obscuro, emocionalmente e confuso por vezes. Mas, ao mesmo tempo, foi uma trajetória emocionante e experimental para a redenção musical. A experiência de trabalhar com meus companheiros de banda em "Gigaton" me proporcionou mais amor, consciência e conhecimento da importância das conexões humanas nesses momentos", esclareceu Mike.

Gigaton faixa a faixa:

PEARL_JAM_Gigaton“WHO EVER SAID” - Já dando tom crítico do álbum, essa composição de Vedder é um som veloz e tem o tom reflexivo característico do vocalista. "Todas as respostas serão encontradas nos erros que cometemos".

“SUPERBLOOD WOLFMOOM” - Também com letra e música de Vedder, o som mantém a pegada enérgica da banda somada à voz potente de Eddie Vedder. A canção ainda possui um empolgante solo de Mike McCready dando indícios de que essa será um dos pontos épicos dos futuros shows do quinteto. 

“DANCE OF THE CLAIRVOYANTS” – Todos os integrantes da banda assinam a autoria. Jeff Ament (sintetizador) e Stone Gossard (baixo) mostram que estavam abertos a experimentações. A letra de é Vedder, e traz novas reflexões: "Nenhum homem pode ser maior que o Sol, isso não é um pensamento negativo, eu tenho certeza, é positivo, positivo". Inicialmente dividiu os fãs, mas certamente será outro som impactante nas apresentações.

“QUICK ESCAPE” – Composição de Jeff Ament, a canção fala do poder nefasto de Donald Trump. "As distâncias que percorremos naquele tempo, para encontrar um lugar que Trump não tivesse fodido", diz a letra de Vedder. São notadas referências ao Zeppelin e ao Who, eternas influências do Pearl Jam.  

“ALRIGHT” – Outra autoria de Jeff Ament, que também assina a letra com Vedder. Aqui, ocorre uma mudança no disco, temos um tom relax e psicodélico: "Tudo bem dizer não, ser uma decepção em sua própria casa, está tudo bem desligar, ignorar as regras do estado, é seu próprio, está tudo bem acabar logo com isso, desaparecer no ar, é sua casa, está tudo bem, estar sozinho, esperar ouvir um batimento cardíaco, é o seu próprio".

“SEVEN O' CLOCK” - Considerada uma das favoritas e já com status de hino, a música e letra são de Vedder e traz novas críticas a Trump: "Outra citação de Deus destinada a ser jogada fora, Touro sentado e Cavalo louco forjaram o norte e o oeste, hoje temos o Bosta de Touro Sentado como presidente em exercício, falando com seu espelho, o que ele diz e o que o espelho responde? Uma tragédia de erros, quem vai rir por último?” Uma mensagem em prol dos povos nativos dos EUA e nota-se influência clara de Pink Floyd, e novamente o ar psicodélico se faz presente. Vedder disse estar orgulhoso da canção.

“NEVER DESTINATION” – Com levada Pós-Punk, a banda encontra suas raízes. Eddie Vedder assina letra e música e novo solo intenso de McCready.

“TAKE THE LONG AWAY” – Grandes riffs, outro rockão do álbum, essa música é de Matt Cameron que divide autoria da letra com Eddie Vedder.

“BUCKLE UP” – Quem assina letra e música é Stone Gossard, a canção traz menos peso, dando o clima para a faixa seguinte.

“COMES THEN GOES” - Com letra e música de Eddie Vedder, essa balada é vista como uma homenagem ao vocalista do Soundgarden e grande amigo do Pearl Jam, Chris Cornell, falecido em 2017. Vedder não poupa emoção. "Onde você esteve? Posso encontrar um vislumbre do meu amigo, não sei onde ou quando um de nós deixou o outro para trás". Seja nos shows do Pearl Jam, ou nos solos do Eddie Vedder, essa certamente renderá momentos emocionantes.

“RETROGADE” - Nova balada, agora, assinada por Mike McCready. Ela nos conduz a eternos hits da banda como: “Just Breathe”, “Sirens”, e a bela “Yellow Moon”. A letra é de Eddie Vedder, e certamente outro destaque nos shows.

“RIVER CROSS” – Fechando de forma tocante o play, essa música esteve presente no show solo em São Paulo ocasião em que a banda tocou o do Lollapaloza 2018, porém com o título de “Cross River”. A canção conta com Vedder tocando um órgão de 1850 e Jeff Ament uma kalimba (instrumento africano). "Quero que esse sonho dure para sempre, eu gostaria que esse momento não acabasse”, despede-se Vedder, que assina letra e música, em um momento de grande emoção.

 

Pearl Jam 2020...

Com a questão do Coronavírus, a tour, que inicialmente, incluía apresentações em Los Angeles, Nova Iorque e Toronto, foi adiada e segue sem confirmação de novas datas. A banda sempre zelou pela segurança de todos e revelou em uma rede social: "É com profunda frustração e tristeza que somos forçados a fazer esse infeliz anúncio... Essa primeira etapa da nossa turnê precisará ser adiada e os shows serão remarcados para uma data posterior. Nós sentimos muito e estamos profundamente chateados. Se alguém por aí sente o mesmo, com base nessas notícias, compartilhamos deste sentimento com você".

Contudo, podemos espera que em breve, quando as novas datas forem anunciadas, tudo o que o mundo vive atualmente será muito pano para manga nas ações políticas sociais de Eddie Vedder e banda. Aguardemos! 

Recomendamos...

“Gigaton” mostra que com quase 30 anos de carreira, o Pearl Jam, consegue manter sua essência, e dosar na medida certa, fúria e maturidade. Os fãs agradecem e nós da Rock Press #Recomendamos! Denise Helena. 

CONTATO ROCK PRESS: 

Envie News e sugestões de pautas da sua banda, selo, fanzine, HQ, gravadora, editora, livro, HQ, distro, arte, produtora de show e evento, cinema, cultura alternativa e Underground em geral. A/C: MICHAEL MENESES - michaelmeneses@portalrockpress.com.br 

Envio material físico das suas bandas, zine, livro, filme e demais produções para:

PORTAL ROCK PRESS:
CAIXA POSTAL: 30443
Rio de Janeiro/RJ - Brasil
CEP: 21351 - 970

TWITTER:
 https://twitter.com/portalrockpress
FACEBOOK: https://www.facebook.com/portalrockpress
INSTAGRAM: https://www.instagram.com/portalrockpress/