PAVILHÃO 9 e BAIANASYSTEM: Juntos em “Lockdown (Cidade Perdida)”!

Violência, pandemia e racismo estão em pauta na faixa “Lockdown (Cidade Perdida)”, uma Pavilhão_9_BaianaSystem_Lockdownparceria entre o Pavilhão 9 e a BaianaSystem. A música que vai ao ar sexta-feira (13/11), certamente será uma opção para refletir sobre o primeiro turno das eleições municipais. Antes, Russo Passapusso (BaianaSystem), dialoga com a cantora Paula Lima nesta quinta-feira (12/11), em live do projeto Janela UBC.

PAVILHÃO 9 e BAIANASYSTEM:
Juntos em “Lockdown (Cidade Perdida)”!

TEXTO: Cadu Oliveira
FOTO: Leoni Foto/Ver+Fotografia
IMAGEM: Divulgação


Se “até do lixão nasce flor”, como disseram os Racionais, é claro que da pandemia também poderia nascer pétalas e pedradas de boa música. O Pavilhão 9 trabalhou para pavilhão_9_rock_in_rio_28_09_2019_foto_marcus-vini-_-ver_mais_fotografiaque isso acontecesse e no meio do caminho encontrou nada menos que a musicalidade ímpar do BaianaSystem para agregar à canção “Lockdown” que será lançada aos ares no próximo dia 13 de novembro, em uma simbólica sexta-feira antes das eleições. Rhossi e Russo Passapusso em sintonia fina prometem embrasar uma faixa protesto contextualizando pandemia, racismo e violência policial.
 
Tudo começou quando em janeiro de 2020, Rhossi, líder e vocalista da Pavilhão 9, estava produzindo juntamente a Daniel Krotoszynski um novo single da banda. Só que começou a pandemia e tudo foi invadido pelo “novo normal”. Diante do quadro de quarentena em São Paulo, o artista viu nascer o tema da sua próxima canção: “Lockdown (Cidade Perdida)”.
 
Foi só no segundo semestre que a dupla resolveu buscar uma parceria para o som. Após muita pesquisa sonora, decidiram convidar a galera do BaianaSystem, um nome que completaria a pegada militante e pulsante necessária ao single. Essa é a primeira parceria entre as bandas, mas ninguém duvida que a gig pode sim dar muito certo, afinal, ambas as bandas bebem do rap e das guitarras, do som que ecoa das ruas e das raivas.
 
Por causa do distanciamento geográfico imposto pela pandemia, os artistas tiveram que se encontrar pelos meios digitais de videochamada. Mas, a distância física foi inversamente proporcional ao alinhamento cultural. Após reuniões semanais e muita troca de referências musicais, os membros das bandas perceberam que eram como vizinhos no mundo da musicalidade. “Trocamos referências como ladainhas de capoeira, sons de Asian Dub Foundation, Grupo Zambo da Bahia, Chronixx, Sepultura e muito mais”, revelou o vocalista do Pavilhão 9, banda veterana da fusão, do rock com o rap no Brasil.
 
A faixa vai contar com o peso das guitarras de Rafael Bombeck e a letra sempre sagaz de Rhossi. Já do outro lado, tem a guitarra baiana afiada de Roberto Barreto, somada à ladainha de berimbau tocada pelo mestre de capoeira Sapoti. Sem falar, é claro, no vocal especial de Russo Passapusso, incrementada pelas batidas envenenadas do SekoBass. O artista visual do Baiana, Filipe Cartaxo, ficou incumbido da missão de unir as duas máscaras das bandas em uma única imagem, ressignificando a estética do Pavilhão e do BaianaSystem. O lançamento dessa faixa tem tudo para deixar gostinho de “quero álbum”, pois de fato a união entre as partes pode ser muito frutífera.

Palinha do Passapusso!

Se você se interessou na expectativa da mistura dos sons do Pavilhão com Baiana, mas ainda não conhece a fundo o trabalho da voz a frente da banda da Bahia, vai ter JUNTOS_PELA_MUSICA_Russo Passapusso_BaianaSystem_Paula_Lima_no_Projeto_Janela_UBCuma excelente oportunidade para mergulhar. Russo Passapusso vai estar conectado nesta quinta-feira (12/11), às 16h, com a cantora Paula Lima para uma conversa que é parte da série de lives do projeto Janela UBC, idealizado pela União Brasileira de Compositores. O projeto foi desenvolvido para ajudar financeiramente os profissionais da música que tiveram suas fontes de renda afetadas diretamente pela pandemia. O fundo Juntos pela Música conseguiu arrecadar 1,7 milhão de reais, cifra que serviu para ajudar 1.057 famílias, durante quatro meses. (ASSISTA AQUI).
 
Passapusso é o frontman do BaianaSystem, dono de uma voz e estilo marcantes que têm feito enorme sucesso ao redor do país nos últimos anos, tanto em seus trabalhos com a banda, vencedora do prêmio de melhor álbum de Rock ou de Música Alternativa em Língua Portuguesa em 2019 do Grammy Latino, quanto em sua carreira solo. Desde 2008, Russo trabalhou juntamente com artistas como Margareth Menezes, Gilberto Gil, Curumin, Manu Chao e Elza Soares, e também o Pavilhão 9. Vale a pena conferir a conversa e, no dia seguinte, viajar no lançamento da faixa Lockdown (Cidade Perdida) (ASSISTA AQUI), um tiro a céu aberto, disparado na sexta-feira 13, para acertas as retinas do poder em tempos de eleição. Para isso serve a arte. Para isso, a arte serve! – Cadu Oliveira. 

 

 

CONTATO ROCK PRESS: 

Envie news e sugestões de pautas da sua banda, selo, fanzine, HQ, gravadora, editora, livro, distro, arte, produtora de show e evento, cinema, cultura alternativa e Underground em geral. A/C: MICHAEL MENESES - michaelmeneses@portalrockpress.com.br 
 

Envio material físico das suas bandas, zine, livro, filme e demais produções para:

PORTAL ROCK PRESS:
CAIXA POSTAL: 30443
Rio de Janeiro/RJ - Brasil
CEP: 21351 - 970

TWITTER:
 https://twitter.com/portalrockpress
FACEBOOK: https://www.facebook.com/portalrockpress
INSTAGRAM: https://www.instagram.com/portalrockpress/
YOUTUBE: https://www.youtube.com/channel/UCy_FOYj2Zxh7beQacpLhPnA