OS CATALÉPTICOS: A triste partida de Gus Tumb, um monstro do Psychobilly!

No último dia 30 de agosto, perdemos um dos maiores nomes do psychobillyGus_Tumb_Os_Catalépticos_Show_no_Bunker_Copacabana_RJ_1999_FOTO_Antonio_Carlos_Paes brasileiro: Gus Tumb, o “Gustavão” (52 anos), baixista da banda Os Catalépticos, vítima de COVID-19, que nos deixa sua obra fantástica.

OS CATALÉPTICOS:
A triste partida de Gus Tumb, um monstro do Psychobilly!

Texto: Antonio Carlos Paes
Fotos: Antonio Carlos Paes, Cláudio Dean, Paulo Nojs

Gus_Tumb_Os_Catalépticos_no_Psycho_Carnival_2019_Joker_PUP_Curitiba_PR_FOTO_Paulo_Nojs

Dono de um sorriso sutil, Gus_Tumb_Os_Catalépticos_no_Psycho_Carnival_2019_Joker_PUP_Curitiba_PR_FOTO_Paulo_Nojsfala calma e uma simpatia incontestável, assim era Gustavo Rodrigues, ou Gustavão, e ainda, para os psychos e amigos mais próximos, simplesmente Gus Tumb. Baixista da banda Os Catalépticos. Gustavo com seus quase 2 metros de altura, e uma aparência semelhante ao Frankenstein, era uma pessoa de uma simpatia e simplicidade ímpar. Quando subia no palco para dedilhar seu baixo em forma de caixão, era como um tanque de gasolina junto aos amigos dos Catalépticos explodindo um som visceral, extremo e de alta qualidade, que se tornou uma referência do psychobilly no Brasil e no mundo.

Os_Catalépticos_Discografia

Formada em Curitiba/PR na década de 1990, Os Catalépticos tinham em sua formação, além de Gus Tomb, os músicos Vlad Urban (guitarra e vocal) e Mutant Cox (bateria e vocal). Foram 25 anos de sonzeira nos quais fomos presenteados com vários trabalhos autênticos e criativos dentro no universo underground, e não apenas do psychobilly e afins. A banda buscou unir a influência do hard-core, com o death metal e com o psychobilly, criando um som único e que denominaram de “power psychobilly extremo”. Durante esse tempo Gustavo e Os Catalépticos lançaram os discos: Little bits of insanity (1998); From beyond the grave (de 1999 e com lançamento na Europa pelo selo alemão Crazy Love Rec); Zumbification (2000); Psychopath fever (2003); One more tattoo (2005); Morto ao Vivo (2005) e o último, Hungry for meat, thirsty for bloody (de 2020 pela Neves Rec., em edição limitada e numerada). Ao longo de sua trajetória a banda esteve presente em diversas Gus_Tumb_Os_Catalépticos_no_Psycho_Carnival_2019_Joker_PUP_Curitiba_PR_FOTO_Paulo_Nojscoletâneas.

Em 2006, a banda deu uma parada e retornou às atividades, apenas em 2017. Nesse período Gustavo participou da banda Mãos de Ferro. Sua primeira banda foi Os Missionários, outro nome significativo para a cena psychobilly.

“O Psychobilly está em toda parte”...
Assim dizia a letra da música “Psychobilly is all around”, do primeiro disco da banda (Little bits of insanity). E foi assim que Os Catalépticos levaram o psychobilly brasileiro ao mundo, em suas várias turnês, tocando nos maiores festivais do estilo e em diversos países, além de muitas outras conquistas ao longo da história, que estarão registadas na biografia da banda, com previsão de lançamento ano que vem (2022), e de autoria de Marcos Anubis.

Gus_Tumb_da_banda_Os_Catalépticos_com_Antonio_Carlos_Paes_na_Boate_Bunker_Copacabana_RJ_1999_FOTO_Claudio_DeanUma curiosidade sobre meu contato com o Gustavo, foi ter encontrado acidentalmente a banda na Rodoviária Novo Rio, quando eles tinham acabado de chegar de Curitiba/PR para se apresentar na Boate Bunker em Copacabana. Sem eles me conhecerem, me apresentei e foram super atenciosos. Trocamos fanzines, pois o Gustavo e o Vlad editavam o fanzine O Monstro, em seguida chegaram os produtores do show, dentre eles, o camarada Therêncio. Horas depois, nos encontramos no show na Bunker que foi sensacional, com o Gustavão sempre simpático, atencioso e principalmente preocupado em saber se gostamos do set.

Uma grande perda para a música e ao underground nacional. Muito obrigado pelo seu legado meu amigo e descanse em paz. - Antonio Carlos Paes.

REDES SOCIAIS:
INSTAGRAM:
https://www.instagram.com/os_catalepticos/
FACEBOOK: https://www.facebook.com/profile.php?id=100063888183400
SPOTIFY: https://open.spotify.com/artist/5nqnhoPw63ECLG3DJKJD8i?si=frY53T9hRbSznEjHAd0r5A&dl_branch=1&nd=1 

 

CONTATO ROCK PRESS: 

Envie news e sugestões de pautas da sua banda, selo, fanzine, HQ, gravadora, editora, livro, distro, arte, produtora de show e evento, cinema, cultura alternativa e Underground em geral. A/C: MICHAEL MENESES - michaelmeneses@portalrockpress.com.br 
 

Envio material físico das suas bandas, zine, livro, filme e demais produções para:

PORTAL ROCK PRESS:
CAIXA POSTAL: 30443
Rio de Janeiro/RJ - Brasil
CEP: 21351 - 970

TWITTER:
 https://twitter.com/portalrockpress
FACEBOOK: https://www.facebook.com/portalrockpress
INSTAGRAM: https://www.instagram.com/portalrockpress/
YOUTUBE: https://www.youtube.com/channel/UCy_FOYj2Zxh7beQacpLhPnA

Posted by Michael Meneses Sunday, September 12, 2021 10:39:00 PM Categories: Crazy Love Rec Destaque fanzine Gus Tumb Neves Rec Os Catalépticos psychobilly Rock Brasil Underground
Portal Rock Press