MOTÖRHEAD – Ace Of Spades 40 anos!

O clássico “Ace of Spades”, do Motörhead, um marco na história do rock'n'roll e não apenas do heavy metal, Motorhead_Ace_Of_Spaces_album_1980completa 40 anos e ganha um box de luxo. A caixa, inclui, além do referido álbum, vários itens como gravações raras, um EP 7’, um EP 10’, livro, DVD, HQ, jogo de tabuleiro e muito mais. A coluna Discão do Portal Rock Press, convidou o músico e desenhista, Carlos Lopes (da Dorsal Atlântica que segue em campanha de financiamento coletivo para o novo álbum), para escrever sobre a importância desse disco e apresentar o box que segue em pré-venda!

MOTÖRHEAD
Ace Of Spades 40 anos!

TEXTO: Carlos Lopes
FOTOS/IMAGENS: Divulgação

Durante a missa por causa do desencarne de Lemmy Kilmister, o fundador do Motörhead, o guitarrista do Anthrax, Scott Motorhead_Ace_Of_Spaces_Box_Set_DeluxeIan, subiu ao púlpito para, segundo a tradição estrangeira, tecer elogios ao falecido. O depoente citou que havia comprado o Ace Of Spades e que teria ficado fascinado com a foto da capa com “três mexicanos”!

Pois essa foi a mesma impressão que tive quando, através da revista popular Amiga, vir uma foto de um trio paramentado com couro e cintos de balas – e todos com caras de bandoleiros – que acabara de ter o seu álbum Bomber lançado em LP no Brasil no final dos anos 1970.

Assim, teve início uma relação afetiva de fã-banda, quando no final de 1981, “cometi” o meu primeiro show – no colégio – tocando 2 faixas do Ace Of Spades com letras em português e menos de 10 anos depois, em 1989, tive a oportunidade de tocar com o Motörhead e conhecer Lemmy, no Ginásio do Gigantinho, em Porto Alegre/RS.

O motivo deste texto afetivo-jornalístico é que está sendo divulgada uma caixa comemorativa do Ace Of Spades por causa dos seus 40 anos de lançamento. E é aquele tipo de lançamento “enfarta fã”: fitas copiadas dos rolos originais; compacto; história em quadrinhos; EP com faixas inéditas de 1980; dois álbuns ao vivo inéditos; um livro de 40 páginas; um DVD com aparições raras na TV; mixagem em 5.1; programa da tour, etc, etc e etc. 

Agora, falar sobre a importância deste álbum para a cena mundial de rock pesado é ter que resgatar as impressões durante o seu lançamento. Bomber foi o primeiro disco lançado no Brasil, e se não me engano, na sequência veio o Overkill (ordem de lançamento invertida). E finalmente no raiar de uma nova década, nasceu o Ace quando os jovens seguidores do metal pesado já sabiam o que era o Motörhead, mas ninguém, literalmente ninguém, estava preparado para o que viria: um disco mais bem produzido do que os anteriores, com canções e riffs fabulosos e uma coesão de intenções digna de marcar a história. A nossa e a deles!

Lemmy e sua trupe alcançaram o estrelato mundial com Ace Of Spades, mesmo dentro de uma gravadora que não era de primeiro porte como a Bronze, mas que soube fazer o trabalho, com ou sem problemas (antes de desencarnar, Lemmy aconselhou aos fãs que não comprassem discos e boxes do Motörhead lançados pela Bronze pois ela não pagava os direitos à banda!)

O disco nacional não veio com encarte e um amigo me deu copias em xerox das letras que ele havia batido à máquina (de escrever) copiando as letras da versão gringa. 

Lemmy sempre deixou claro que apesar deles serem considerados os pais do metal acelerado (speed, thrash, fast) eles nunca deixaram de compor, tocar e gravar rock and roll. E isso é a mais pura verdade. A estrutura das canções é digna de um Little Richard ou de um Eddie Cochrane, puro anos 1950! Mas, a roupagem é que fazia a diferença! Ninguém “cantava” como Lemmy. Ele influenciou várias gerações com seu vocal, assim como Johnny Rotten havia feito nos Sex Pistols. Joãozinho Podre era o que cara que chamava o público às vias de fato, denunciando o fascismo (e hoje, ele é fascista), a hipocrisia, a família real britânica e o aborto, enquanto que Lemmy literalmente só falava em transar, “pegar mulher”, de arriscar a reputação em uma mesa de jogo e em cair na estrada para “perigos ver”!  

O produtor do álbum, Vic Maile (apelidado pela banda de “tartaruga”) era um sujeito delicado, que não bebia, não fumava e era diabético. Cara de poucas palavras que nunca se irritava com os músicos mesmo os chamando de “cunts” quando os três não se esforçavam pelo melhor take. Maile sempre teve educação em explicar a eles o que faziam de errado e mesmo assim, sempre soube que nunca deveria mudar o poder sônico do Motörhead, mas deixar o grupo mais coeso musicalmente, extrair deles o melhor (até fazendo Lemmy cantar!) e transplantar todo esse poder para o vinil, o que o produtor fez maravilhosamente bem (aliás: perfeito!). 

Maile soube como ninguém produzir um álbum orgânico que não disfarça e nem engana, mas que soma as qualidades em um pacote memorável: Lemmy e seu baixo roncador; Eddie Clarke e seus riffs eficientes em sua stratocaster personalíssima e Philthy Animal Taylor com um estilo único de tocar bateria. Não bastava ligar os microfones, tinha que ter discernimento e talento para somar os ingredientes e produzir um dos álbuns mais importantes de todos os tempos. Um álbum que deveria servir de exemplo para todos que esquecem que música é tocar e não editar. Mas, para isso devia haver música e isso nunca faltou: Love Me Like A Reptile; Shoot You In The Back; Fast And Loose; (We Are) The Road Crew; Jailbait; Bite The Bullet; The Chase Is Better Than The Catch e The Hammer!!!   

Uma última observação: Antes de nos deixar, Lemmy reclamou em várias entrevistas que ele estava farto da música Ace of Spades porque o público só conhecia a banda por essa composição e a irritação era tanta, que durante 2 anos ele chegou a cantar nos shows “Oito de Espadas” e ninguém nunca percebeu! - Carlos Lopes.

MOTÖRHEAD_Ace_Of_Spades_Deluxe_box_set

Ace Of Spades - Deluxe box set
O box segue em pré-venda (AQUI!) e confira o conteúdo completo: 

Ace Of Spades - Álbum masterizado a partir das fitas originais.
Side One

Ace Of Spades
Love Me Like A Reptile
Shoot You In The Back
Live To Win
Fast And Loose
(We Are) The Road Crew

Side Two
Fire Fire
Jailbait
Dance
Bite The Bullet
The Chase Is Better Than The Catch
The Hammer
 
  

A Fistful Of Instrumentals - 10” EP de faixas inéditas de 1980
Side One

Ace Of Spades (demo)
Hump On Your Back (demo)
Shoot You In The Back (demo)
Fast And Loose (demo)

Side Two
Dirty Love (demo)
Love Me Like A Reptile (demo)
Dance (demo)
 

  
Riders Wearing Black - Live At Whitla Hall, Belfast – 23rd Dec 1981   
Side One

Ace Of Spades
Stay Clean
Over The Top
The Hammer
Shoot You In The Back
Metropolis

Side Two
(We Are) The Road Crew
No Class
Bite The Bullet
The Chase Is Better Than The Catch

Side Three
Jailbait
Leaving Here
Capricorn
Too Late, Too Late

Side Four
Overkill
Bomber
Motörhead 
  


Dead Man’s Hand Live At Parc Expo, Orleans – 5th March 1981   
Side One

Ace Of Spades
Stay Clean
Over The Top
Metropolis
Shoot You In The Back

Side Two
The Hammer
Jailbait
Leaving Here
Fire Fire
Love Me Like A Reptile

Side Three
Capricorn
Too Late, Too Late
(We Are) The Road Crew
No Class

Side Four
Bite The Bullet
The Chase Is Better Than The Catch
Overkill
Bomber

   

The Good, The Broke & The Ugly - Álbum duplo de B-sides, outtakes e raridades.
Side One

Ace Of Spades (Alternative Version)
Dirty Love
Love Me Like A Reptile (Alternative Long Version)
Shoot You In The Back (Alternative Version)

Side Two
Hump On Your Back
Fast And Loose (Alternative Version)
(We Are) The Road Crew (Alternative Version)
Fire Fire (Alternative Version)
Jailbait (Alternative Version)

Side Three
Waltz Of The Vampire
The Hammer (Alternative Version)
Dirty Love (Alternative Long Version)
Bastard
Godzilla Akimbo 

Side Four
Love Me Like A Reptile (Alternative Version)
Dirty Love (Alternative Version)
Please Don’t Touch (Performed by Headgirl)
Bomber (Performed by Girlschool)
Emergency


Ace On Your Screens DVD   
Part 1: Motörhead on TV 1980-1981
Part 2: BBC In The City; Live In Belfast ‘81
Part 3: 5.1 audio mix of Ace Of Spades
 

O box ainda inclui:
- 7" de Ace Of Spades (Dutch) - Uma edição limitada com uma versão inédita instrumental no lado B.
- The Ace Of Spades Story. Livro de 40 páginas contando a história do Ace Of Spades, por meio de entrevistas nunca publicadas com pessoas que estiveram lá e com várias fotos inéditas.
- The Ace Up Your Sleeve tour programme
- The Motörhead Rock Commando comic.

- Jogo de 5 dados que podem ser usados para jogar o jogo de tabuleiro presente na caixa.
- Tudo colocado em uma Wild West Dynamite Box.


Carlos Lopes é músico, fundador das bandas Banda_Mustang_FOTO_Michael_Meneses_Credito_ObrigatórioDorsal Atlântica, Mustang e Usina Le Blond. Trabalha como jornalista, desenhista, produtor musical e foi colaborador da Rock Press nos anos 1990/2000. Neste momento, a banda Dorsal Atlântica que foi pioneira em unir o heavy metal e punk/HC no Brasil, segue em campanha de financiamento coletivo para a gravação do álbum “Pandemia”. Para apoiar esse projeto, acesse: www.catarse.me/dorsalpandemia

ROCK PRESS CONVERSOU COM CARLOS LOPES EM
Páginas Psicodélicas da Rock Press - "CANUDOS VIVE! - Entrevistão com Carlos Lopes": 
https://bit.ly/2EZZ3WL

LIVES COM CARLOS LOPES NO INSTAGRAM DA ROCK PRESS:
Live em 11/5/2020 – Parte 1:
https://www.instagram.com/p/CADv9DcJpuv/
Live em 11/5/2020 – Parte 2: https://www.instagram.com/p/CAD2509ljnQ/
Live em 15/6/2020 – Parte 1: https://www.instagram.com/p/CBd3OmLpXCD/
Live  em 15/6/2020 – Parte 2: https://www.instagram.com/p/CBd-VO0JdY9/


CONTATOS CARLOS LOPES / DORSAL ATLÂNTICA:
SITE:
http://www.dorsalatlantica.com.br/
FACEBOOK: https://www.facebook.com/dorsalatlantica/
INSTAGRAM: https://www.instagram.com/dorsalatlanticaoficial/

 

CONTATO ROCK PRESS: 

Envie news e sugestões de pautas da sua banda, selo, fanzine, HQ, gravadora, editora, livro, distro, arte, produtora de show e evento, cinema, cultura alternativa e Underground em geral. A/C: MICHAEL MENESES - michaelmeneses@portalrockpress.com.br 

Envio material físico das suas bandas, zine, livro, filme e demais produções para:

PORTAL ROCK PRESS:
CAIXA POSTAL: 30443
Rio de Janeiro/RJ - Brasil
CEP: 21351 - 970

TWITTER:
 https://twitter.com/portalrockpress
FACEBOOK: https://www.facebook.com/portalrockpress
INSTAGRAM: https://www.instagram.com/portalrockpress/