BLACK FLAG: Bandeiras hasteadas do Hardcore!

A espera foi de quase 40 anos, mas enfim a tão aguardada noite chegou: Black Flag noBLACK_FLAG_FOTO_Jaime_Rocco Brasil! A lenda do Hardcore norte-americano pisou no palco do Carioca Club em uma noite que certamente entrou para história com a banda distribuindo simpatia aos fãs que marcaram presença na casa. Saiba mais na matéria que segue!

BLACK FLAG:
Bandeiras hasteadas do Hardcore!

8 de Março de 2020
Carioca Club – São Paulo SP
TEXTO: Teresa Brahuna
FOTOS: Jaime Rocco

 

BLACK_FLAG_FOTO_Jaime_Rocco

A chuva castigou a cidade de São Paulo naquele fim de tarde do dia 8 de março de 2020, Dia Internacional da Mulher. Mas isso pouco importou, pois se BLACK_FLAG_FOTO_Jaime_Roccoa chuva refrescou, o show que assistiríamos naquela noite iria agitar a alma punk de muitos. Afinal, em algumas horas a tão aguardada primeira apresentação do Black Flag no Brasil aconteceria no Carioca Club no tradicional bairro de Pinheiros na zona oeste de São Paulo.

A noite iniciou com o setlist do Thiago Deejay do programa Heavy Pero No Mucho da 89FM. Ao mesmo tempo era possível desfrutar ou ao menos apreciar os itens no merchand oficial da banda e que incluía títulos da SST Records, gravadora de Greg Ginn (guitarrista do Black Flag) e fundamental para a cena alternativa a partir dos anos 1980, tendo lançado discos de bandas como Bad Brains, Descendents, Dinosaur Jr., Screaming Trees, Sonic Youth, Hüsker Dü, Meat Puppets, Saint Vitus, Soundgarden... e claro, entre outros tantos nomes o próprio Black Flag. Por si só a SST vale uma matéria a parte. Na barraquinha, ainda era possível comprar shapes de skate oficiais da banda que após o show foram autografados.

Da banda que subiu no palco do Carioca Club, Gregg Ginn (guitarra) é o único remanescente da formação original, os demais são Brandon Pertzborn (bateria), Tyler Smith (baixo), e a referência mundial do skate, Mike Vallely (vocal). Logo na primeira música, “Depression”, a energia contagiante do palco se fez sentida por toda a casa, o público vibrou e a roda pogo se formou, com direito a stage-dives. Ou seja, zoeira presente! Vale destacar a presença de ícones do Hardcore nacional como Jão (Ratos de Porão e Periferia S/A), Clemente (Inocentes e Plebe Rude), Markão (Ex-Lobotomia), só para citar alguns.

BLACK_FLAG_FOTO_Jaime_Rocco

No palco, a Black Flag fez valer os anos de espera, comprovando o porquê de este show ter sido tão aguardado no Brasil. O guitarrista Greg Ginn envolvia o público presente em um misto de bom humor e talento, demonstrou todo seu carisma criativo que influencia gerações. Méritos também aos demais músicos, Brandon Petzborn, Tyler Smith fazendo jus a uma apresentação memorável. Destaque ao talentoso skatista, Mike Vallely, mais uma vez aprovado pelo público brasileiro, seja nas pistas de skate do Brasil como à frente de uma das bandas representativas do HC mundial, reconhecimento até mesmo dos fãs mais fervorosos de Henry Rollins. O certo é queBLACK_FLAG_FOTO_Jaime_Rocco houve interação entre banda e o público brasileiro. A música do criativo Black Flag encantou São Paulo.

Sobre o setlist, “Depression” deu início a uma série de clássicos da banda, sobretudo os sons mais antigos, com destaque para “No Values”, “Gimmie Gimmie Gimmie”, “Six Pack”, “TV Party”, o hino “Rise Above”, entre outros, e fechando o set “Louie, Louie”, do The Kingsmen, um clássico dos clássicos do Rock and Roll.

Outros fatores também colaboraram com essa noite memorável, desde a produção ao conforto do Carioca Club, que já provou que funciona para eventos de rock, seja de Punk, Hardcore, Heavy ou Prog, graças a uma boa acústica, ar condicionado, seguranças atentos que contribuíram para esse (e outros) show sensacional. No final, Greg Ginn, Mike Vallely e os demais atenderam aos fãs, posando para fotos, distribuindo autógrafos e interagindo com todos.

O show da Black Flag em São Paulo fez parte da turnê latino-americana, iniciada na cidade de Bogotá, na Colômbia, com passagens pelo Chile e Argentina. Eles, agora, seguem para Montevidéu (Uruguai) e México onde tocam no Festival Hell & Heavy Metal Fest que acontece nos dias 13 e 14 de março. No cast do evento tem Deep Purple, Megadeth, Manowar, Cypress Hills, a essência brazuca do Soul Fly, e as meninas do Nervosa. A nós brasileiros fica o anseio de #VoltemSempre Black Flag! - Teresa Brahuna.

 

CONTATO ROCK PRESS: 

Envie News e sugestões de pautas da sua banda, selo, fanzine, HQ, gravadora, editora, livro, HQ, distro, arte, produtora de show e evento, cinema, cultura alternativa e Underground em geral. A/C: MICHAEL MENESES - michaelmeneses@portalrockpress.com.br 
 

Envio material físico das suas bandas, zine, livro, filme e demais produções para:

PORTAL ROCK PRESS:
CAIXA POSTAL: 30443
Rio de Janeiro/RJ - Brasil
CEP: 21351 - 970

TWITTER:
 https://twitter.com/portalrockpress
FACEBOOK: https://www.facebook.com/portalrockpress
INSTAGRAM: https://www.instagram.com/portalrockpress/

Portal Rock Press