TUATHA DE DANANN - 1, 2, 3, 4... com Bruno Maia 

Diretamente de Varginha/MG, o Tuatha De Danann está de volta aos palcos do Rio de Janeiro. O show acontece no Tuatha_De_DanannRock Experience (Lapa), neste sábado (10/8), e tem as bandas, Pagan Throne e Liverking na abertura. O Tuatha De Danann é precursor do Folk Metal na América do Sul, e está promovendo,“The Tribes of Witching Souls”, seu mais recente trabalho. Entrevistamos Bruno Maia (vocal e guitarra) na coluna 1, 2, 3, 4... O evento é mais uma produção da Be Magic Prod. e os ingressos estão à venda.

TUATHA DE DANANN - 1, 2, 3, 4... com Bruno Maia 
TEXTOS: Michael Meneses – FOTOS: Eduardo Lira, Antonio Carlos Paes, Iana Domingos Divulgação

tuatha_de_danann_juiz_de_fora_mg_foto_eduardo_lira

Breve história...
Na primeira metade dos anos 1990, em meio ao Grunge e toda cena rock alternativa efervescente da época, o heavy e o underground brasileiro corria o mundo, bandas e estilos surgiam inovando o estilo pelo país afora. Um desses nomes é, sem dúvida, os mineiros do Tuatha De Danann.

Naquela época, misturar outros estilos com metal não era uma novidade, mas em termos de Brasil um risco diante de público e mídia. Porém, esses mineiros de Varginha surgiram colocando a cara a tapa ao incluir em seu som, Folk e música celta e fazendo uso de instrumentos pouco tradicionais no então heavy brazuca, como violinos, bandolins, flautas e violões, e mesclando vocais limpos e guturais.

Após mudanças na formação, veio a fita-demo "The Last Pendragon" (1996), já despertando o respeito de público e crítica. Em 1998, nova demo-tape,Tuatha_De_Danann_The_Last_Pendragon_demo_tape "Faeryage", e logo veio o primeiro disco, intitulado “Tuatha de Danann” (1999).

A banda entra na era de aquários, e em 2001 é lançando o segundo álbum, "Tingaralatingadun", que somente no Brasil vendeu 26 mil cópias. O terceiro trabalho foi "The Delirium has just begun", saiu em 2002 e com distribuição internacional e abrindo as portas para o lançamento dos discos anteriores lá fora, reforçando o potencial da banda no exterior. Com isso, logo veio o quarto álbum "Trova di Danú” (2004) e rendendo tour européia e a participação da banda no Wacken Open Air.

Em 2009, realizaram outro feito com o lançamento de “Acoustic Live”, primeiro DVD acústico do Heavy Metal nacional. Contudo, no ano seguinte o Tuatha De Danann deu uma parada é só retornando em 2013.

De volta à ativa, no ano de 2015, veio "Dawn of a New Sun", trabalho que contou com a gaita de Alex Navar, além da participação do lendário Martin Walkyier (Sabbat, Skyclad e Hell) que cantou e escreveu letras para o play. No ano seguinte, a banda regravou o álbum “Tuatha de Danann” que completava 18 anos do seu lançamento.
Tuatha_De_Danann_The_Tribes_of_Witching_Soulsok
Ano passado, a banda participou do festival Angra Fest, dividindo palco com Massacration e logicamente os anfitriões, e a Rock Press esteve presentes nos shows do Rio de Janeiro, Juiz de Fora/MG e Belo Horizonte/MG. Relembre: https://bit.ly/2YS2AyD

O trabalho mais recente do Tuatha de Danann é “The Tribes of Witching Souls” (2019). Conversamos com o multi-instrumentista Bruno Maia em mais uma entrevista da Coluna 1, 2, 3, 4... 

1 – Michael Meneses / ROCK PRESS -“The Tribes of Witching Souls” é o trabalho mais recente de vocês. Apresente o play aos leitores da Rock Press...
bruno_maia_tuatha_de_danann_foto_antonio_carlos_paes.Bruno Maia/Tuatha de Danann - Este novo disco é muito importante para, pois com ele afirmarmos a perpetuação da banda depois de tantos anos enfrentando tudo que vocês puderem imaginar: crise econômica, financeira, política, enfraquecimento do rock/metal, saída de membros e por aí vai. Posso jurar que neste trabalho temos talvez duas das melhores músicas da carreira da banda... o espírito do Tuatha se mantem intacto, assim como sua qualidade e criatividade. Quem ouvir o disco sacará que as músicas são muito diferentes entre si, cada uma em seu universo, mas todas carregando de alguma forma um elemento identificador da banda. As influências celtas, medievais e da música irlandesa com toda a instrumentação típica ainda são o norte das composições, o heavy metal é a espinha de tudo e as viagens progressivas, sempre tão perceptíveis em nosso som, continuam lá.

2 – ROCK PRESS -Quando vocês começaram na primeira metade dos anos 1990, o heavy brasileiro era bem diferente do atual e vocês se tornaramprecursores nacionais de um estilo. O que inspirava vocês nas composições na fase inicial da banda?
Bruno Maia - 
Realmente era bem diferente a cena nos meados dos anos 90. Eu cresci com a banda, sabe?Tuatha_De_Danann_Divulgação Montei-a com meus 13 anos e minhas influências artísticas, assim como de meus companheiros , vieram aumentando com os anos. Claro que naquela época era tudo muito difícil, não tinha internet, o acesso aos lançamentos e mesmo discos de catálogo de música irlandesa e celta era muito escasso, o trem ia na unha mesmo. Algumas grandes influências daquele início e que de uma forma ainda nos inspiram são: Skyclad, Beatles, Yes, Rainbow, Amorphis, Paradise Lost e música irlandesa em geral.

3 – ROCK PRESS -Você é um dos idealizadores do Roça N´Roll, festival que está completando 20 anos de sua primeira edição e um marco entre os eventos independentes de rock pelo Brasil. Ainda é possível ter uma nova edição do evento? O que podemos esperar?
Bruno Maia - 
O Roça ia fazer 20 anos de realizações ininterruptas! Mas em sua 20º edição morreu! Ficou difícil continuar por muitos motivos, sendo o principal a mudança na cena, a formação de público para bandas não mainstream, etc. Tivemos um papel muito legal fomentando a cena metal autoral por duas décadas utilizando o evento como um instrumento de incentivo e multiplicação no cenário brasileiro. Muito orgulho!

4 – ROCK PRESS - Vocês fazem show no Rio de Janeiro nesse final de semana. Passado o show o que vem pela frente?
Bruno Maia - Depois do Rio, temos mais alguns shows marcados promovendo o "The Tribes of Witching Souls" e iniciamos a gravação de um álbum inteiramente dedicado à música tradicional irlandesa.

5 – ROCK PRESS - Disco Voador, Time do Flamengo e outras curiosidades fazem da cidade de Varginha a terra natal de vocês uma cidade bastante folclórica. Como anda a cena rock atual em Varginha/MG?
Bruno Maia -
Varginha tem muita banda, tem um Conservatório Estadual de Música, tem ainda uns guerreirostuatha_de_danann_-belo_horizonte_25_11_2018_foto_iana_domingos que lutam pela cena fazendo das tripas coração promovendo eventos underground e tudo mais. Como em todo lugar, falta apoio de órgãos públicos em reconhecer o Metal como cultura e forma de fazer artístico e uma maior presença de público em eventos autorais, mas é uma cidade próspera se comparada a muitas outras. Mas eu não sou daqui, eu vim pra cá, minha família é do Campo das Vertentes aqui em Minas Gerais e eu nasci em BH. Gostaria de agradecer em nome de toda a banda o espaço oferecido com a entrevista, agradecer a todas as pessoas que nos acompanham, vão a nossos shows, compram nosso merchandise oficial e nos segue nos spotifys, instagrams e youtubes da vida. Graças a tais atitudes que conseguimos manter a vida ativa."

DISCOGRAFIA:
Demo-Tapes:

The Last pendragon (1996)
Faeryage (1998)
Álbuns:
Tuatha de Danann (1999)
Tingaralatingadun (2001)
The Delirium has Just Began (2002)
Trova di Danú (2004)
Acoustic Live DVD (2009)
Dawn of a New Sun (2015)
Tuatha de Danann (2016) (Regravação)
The Tribes of Witching Souls (2019)

CONTATOS:
SITE:
 www.tuathadedanann.art.br/
YOUTUBE: https://bit.ly/2M6Zfpx
FACEBOOK: https://www.facebook.com/Tuathadedanannofficial/

Liverking + Pagan Throne + Tuatha de Danann…
O show do Tuatha de Danann no Rock Experience/RJ conta com participações do Hard/Heavy setentista Liverking e do Black Metal Pagan Throne. Conheça as bandas:

LIVERKING – Liverking_divulgaçãoOriundos da zona oeste carioca Liverking mescla influências de bandas como Uriah Heep, Thin Lizzy, Black Sabbath, Motorhead, Iron Maiden e Judas Priest, mas atendo a nomes mais atuais como o Black Label Society. Em sua formação, alguns músicos tarimbados da cena carioca, como vocalista Marcus Larbos que passou pelo Blockhead, Cactus Peyotes e também canta no Panaceah, outro veterano e o baixista Heliton Duarte do Sanskrit. Ainda integram o Liverking, Hugo Defante (guitarra) Diego Frias (guitarra) e Flávio Fonseca (bateria). CONTATO: https://bit.ly/2GWej4O

PAGAN THRONE - Pagan_Throne_DivulgaçãoCom 20 anos de correria a banda tem como inspiração o Black Metal da década de 1990, porém mesclando com elementos do Heavy tradicional oitentista. Recentemente o Pagan Throne lançou o EP “Dark Soldier” e sua formação atual conta com: Rodrigo Garm (Vocal), Renan Guerra (Guitarra), Thiago Amorin (Baixo), Alexandre Daemortiis (Bateria) e Bruno Hage (Teclados). Vale conferir seus trabalhos da banda. CONTATO: https://bit.ly/2yOgxz4
O evento é uma nova iniciativa da Be Majik Prod. que fortalece mais uma vez a cena no Rio de Janeiro. Vale conferir. - Michael Meneses!

SERVIÇO:
Tuatha_de_Danann_Pagan_Throne_LiverkingSHOWS: 
Tuatha de Danann + Pagan Throne + Liverking
DATA: 10 de agosto
PRODUÇÃO: Be Magic Produções
LOCAL:  Rock Experience - Rua do Riachuelo, 20 - Lapa/RJ.
INGRESSOS ANTECIPADOS:
Bilheterias do Rock Experience
Nas Lojas:
BLIZZARD RECORDS - Stand 8 Rua Pedro Lessa, Centro – RJ/RJ.
HEADBANGER - Lojas 213 e 214, Rua Conde de Bonfim, 346 – Tijuca – RJ/RJ.
HARD AND HEAVY - R. Marquês de Abrantes, 177 - Loja 106 - Flamengo  – RJ/RJ.
UNDERGROUND ROCK WEAR - Rua Fonseca box 95, Bangu - Ao lado do shopping Bangu. – Bangu – RJ/RJ.
KASAMATA Records - Rua da Conceição 101, sobreloja 55 - Niterói/RJ
REQUIEM ROCK STORE Store - Galeria B Box 170 - (ao lado da Rodoviária)  - Campo Grande RJ/RJ
EVENTO: https://bit.ly/2vAOZeE


Próximos eventos da Be Magic Produções:
SUPLA_e_Cara de Porco_em_Bangu_RJSHOWS: Supla + Cara De Porco (celebrando 20 Anos) + Melyra + Aneurose (MG), + Ramyrez 77
PALCO ALTERNATIVO COM: Wagner José e seu bando, Kosmo Coletivo e Verme da Lepra.
LOCAL:  Areninha Carioca Hermeto Pascoal - Pça Primeiro de Maio, s/n – Bangu/RJ
DATA: 8 de Setembro de 2019, às 15hs
CLASSIFICAÇÃO: Livre
INFO: (21) 3463-4945
INGRESSOS: Bilheterias da Areninha Carioca Hermeto Pascoal
EVENTO: https://bit.ly/2FarkqE

Portal Rock Press