THE MONKEES – RIP - Peter Tork!

Peter Tork, ex-baixista dos Monkees faleceu nessa quinta-feira (21/2). O músico teve sua primeira biografia lançado no Brasil, peter_tork_bass_the_monkeespelo escritor Sérgio Faria no final de 2018.

THE MONKEES – R.I.P. - Peter Tork!
TEXTO: Robert Moura – FOTOS: Divulgação

Faleceu nessa quinta-feira (21/2), Peter Halsten Thorkelson, ou apenas Peter Tork como era mais conhecido o baixista e tecladista dos Monkees. Até o momento, a causa mortis não foi divulgada. Nascido no dia 13 de fevereiro de 1942 em Washington, ele começou a estudar música ainda na infância.

The_Monkees_BandSua carreira musical teve origem na banda Monkees, formada especialmente para a realização de uma série na TV norte-americana em 1965. Ao ser recusado no teste, Stephen Stills (futuro integrante do Crosby, Stills, Nash & Young), indicou Peter para a produção. Ele foi selecionado e passou a integrar o elenco do programa. Nos dois primeiros discos, os membros dos Monkees participaram apenas como cantores, a parte instrumental foi gravada por músicos contratados. No entanto, Peter, que tocava vários instrumentos como piano, baixo, guitarra e banjo, colaborou desde o início nas gravações, bem como nas composições. Os outros integrantes, só passariam a tocar a partir do terceiro disco, quando se cansaram do controle dos produtores e requisitaram mais autonomia também nas composições. Em 1968, Peter participou da trilha sonora do filme Wonderwall, produzida por George Harrison, tocando banjo. Shoe_Suede_Blues_banda_de_Peter_Tork

Apesar do fim dos Monkees em 1971, eles se reuniram algumas vezes dos anos 1980 para cá. Em 1994, Peter lançou o álbum solo “Stranger Things Have Happened”, e nos últimos anos vinham tocando com na banda Shoe Suede Blues com a qual lançou quatro discos. O músico esteve no Brasil em 2003, quando realizou dois shows.

Em 2009, Peter foi diagnosticado com carcinoma adenóide cístico, um tipo raro de câncer que atinge a cabeça e o pescoço. Após um delicado processo cirúrgico, ele apresentou uma boa reação e retornou as atividades. Peter faleceu em sua casa em Masfield, Conneticut. Ainda não se sabe, se a morte está associada à doença. Love_Is_Understanding_A_Vida_e_a_Época_de_Peter_Tork_e_os_Monkees

Recentemente foi lançada a sua biografia “Love Is Understanding - A Vida e a Época de Peter Tork e os Monkees”, escrita por Sérgio Farias. Em entrevista à coluna 1, 2, 3, 4... do Portal Rock Press, o biógrafo falou da importância do legado de Peter Tork: “Muitos fãs dos Monkees acabaram acreditando no jargão “a banda fake que não tocava seus próprios instrumentos”. [...] Eles revolucionaram a cena pop em toda sua escala de produção: tiveram uma série de TV que inovou com um conceito que décadas depois seria chamado de videoclipe; musicalmente, formaram uma das vertentes do country rock; sua briga com a gravadora pelo controle artístico deixou um legado de autonomia para as gerações seguinte; seus concertos inovaram quando introduziram no rock’n’roll a troca de figurinos e a projeção em telões com mensagens sociais; eram admirados pelo Beatles, Frank Zappa, entre outros. Temos que ter muito orgulho e admiração pelos Monkees”. Leia a entrevista completa com Sérgio Farias em: https://bit.ly/2VfUuui  - Robert Moura!

Portal Rock Press