SEU ROQUE – Esquizofrenia Visceral!

Um dos shows mais esperados do ano está chegando, Living Colour retorna ao Brasil em celebração dos 30 anos doSEU_ROQUE_Foto_Divulgação clássico ‘Vivid’. As apresentações acontecem no Circo Voador/RJ (13/6), e no Tropical Butantã/SP (14/6) com abertura da banda Remove Silence. No Rio de Janeiro, o show é uma produção conjunta da Onstage Agência com a KunFu Concerts e terá participação da banda carioca Seu Roque, por conta disso, conversamos com Neube Brigagão guitarrista do Seu Roque na coluna 1, 2, 3, 4... que falou sobre o disco novo, o show com Living Colour e outras novidades na entrevista que segue...

SEU ROQUE – Esquizofrenia Visceral!
ENTREVISTA: Michael Meneses – FOTOS: Divulgação

Na correria desde 2009, e depois de mudanças na formação, o hoje power trio carioca Seu Roque conta com Flavio Anunciação SEU_ROQUE_Foto_Divulgação(Baixo e Vocal), Neube Brigagão (Guitarra) e Diego Denucci (Bateria). A banda traz em suas influências o som setentista de bandas como Whitesnake, Led Zeppelin, Bad Company, Cream, Jimi Hendrix e Deep Purple. Não à toa, em sua bagagem o Seu Roque já dividiu palco com Joe Lynn Turner, Glenn Hughes, Uriah Heep, e agora chegou a vez de tocarem com o Living Colour.

Com três trabalhos na praça, sendo o último o disco “Visceral”, a banda prepara agora um novo álbum, o já intitulado “Esquizofrenia” que segundo o guitarrista Neube Brigagão será um disco de “canções que nasceram de Riffs”. Tal segurança desperta certa ansiedade em qualquer um que reconhece a importância dos riffs de guitarras para o rock. Enquanto o disco novo não sai, vale muito conferir o show com o Living Colour e antes de tudo, conferir a entrevista que segue na Coluna 1, 2, 3, 4... com Neube Brigagão.

1 – Michael Meneses / Rock Press - Discorram um pouco sobre a história da banda aos leitores da Rock Press...
Neube Brigagão / Seu Roque - A banda surgiu há 10 anos com uma proposta blues rock e como um quinteto. Tivemos muitas mudanças ao longo desses 10 anos e o trabalho foi ganhando mais peso. O último CD, Visceral, reflete isso e colocas nossas influências mais na cara do público, deixamos nossa paixão por rock progressivo sair da caixa um pouquinho. Manter uma banda com trabalho autoral não é missão fácil. Os últimos anos marcaram uma mudança muito grande na indústria e a verdade é que SEU_ROQUE_Foto_Divulgaçãoninguém sabe ao certo como fazer a coisa funcionar. Rádios acabando, gravadoras investindo pouco, MTV praticamente morta, streaming pagando pouco... vamos sobrevivendo fazendo um trabalho o mais honesto possível. O lado bom de não depender de ninguém e não ter muito apoio é que nosso trabalho não sofre nenhuma interferência. O que o público vê é exatamente o que nos agrada. Não temos filtros, (risos...).

2 – Michael Meneses / Rock Press - Seu Roque tá lançando seu quarto trabalho. Quais comparações com os trabalhos anteriores?
Neube Brigagão / Seu Roque -
Em termos de música não acho que o próximo álbum, que se chamará "Esquizofrenia", seja muito diferente de Visceral. São canções que nasceram de riffs e os riffs conduzem todo o trabalho. A grande diferença está no fato de abraçarmos uma causa maior. Estamos falando muito sobre o tema das doenças mentais, drogas e mesmo quando não, de alguma forma a esquizofrenia se associa ao nosso estado de coisas atual. Afinal de contas toda essa visão de verdades distorcidas tem tudo a ver com o tema. A música de trabalho que se chama "Eu duvido", tem uma letra emblemática e acho que vai agradar tanto que curte um bom riff quanto quem busca uma letra que faça pensar.

3 – Michael Meneses / Rock Press - O disco novo conta com umas participações especiais. Falem dessas participações.
Neube Brigagão / Seu Roque -
Ainda não entramos no estúdio pra gravar e essas participações sempre surgem nesse estágio. Certamente vamos convidar amigos. A cada trabalho que lançamos mais gente se interessa pelo nossa proposta e isso facilita essas colaborações.

4 - Michael Meneses / Rock Press - Vocês já dividiram palco com nomes de peso como Joe Lynn Turner, Uriah Heep, Glenn Hughes e agora será a vez de dividir palco com o Living Colour. Conta para gente o que aprenderam nesses shows, o que esperam do show com o Living Colour e fale da vivência da banda no circuito underground...
Neube Brigagão / Seu Roque - É sempre mágico estar perto de artistas que nos influenciaram e poder acompanhar e aprender SEU_ROQUE_Foto_Divulgaçãocom o processo deles. Alguns como o Glenn e o Joe foram sempre muito abertos conosco. Horas escutando histórias já fazem valer a pena. Mas a situação de estar abrindo shows de bandas desse tamanho nem sempre é muito confortável em função do pouco tempo que temos pra passar som. Isso gera certa insegurança, pois nunca temos a certeza de que a mensagem vai chegar ao público da forma que deveria. Faz parte, vamos ficando cada vez mais preparados pra lidar com essa correria. O bônus é poder apresentar nosso trabalho para um público maior que muitas vezes desconhece o que vem acontecendo na cena underground. O último show do Glenn foi maravilhoso. A galera nos recebeu bem demais. Esperamos que dessa vez não seja diferente. Como é um show curto tomamos a decisão de apresentar um show só com músicas próprias incluindo duas do próximo álbum. A expectativa é enorme!

5 – Michael Meneses / Rock Press - Deixe uma mensagem final aos leitores da Rock Press...
Neube Brigagão / Seu Roque -
O "Roque" está mais vivo do que nunca. Tem muita coisa boa rolando mais perto de vocês do que imaginam. Apoiem as bandas novas porque elas são os futuros clássicos. VEM PRO ROQUE!
CONHEÇA SEU ROQUE: 
SITE:
http://www.seuroque.com.br
FACEBOOK: https://facebook.com/seuroquebanda/

LIVING COLOUR - Vivid 30 Anos in Brasil!
TEXTO e FOTOS: Michael Meneses!

Living_Colour_Rock_in_Rio_2013_Fotos_Michael_Meneses

Desde sua primeira passagem pelo Brasil no Hollywood Rock em janeiro de 1991, em turnês solos ao longo dessas três décadas e passando incluindo o Rock in Rio 2013 Living_Colour_Rock_in_Rio_2013_Fotos_Michael_Meneses(fotos) o Living Colour só fez show monstro em solo brasileiro o que nos dá a certeza que não será diferente dessa vez, especialmente por se tratar do show de 30 anos do emblemático “Vivid”, um disco que ajudou a moldar o rock dos anos 1990 e que segue influenciando muitos músicos. Um disco que colecionou hits como “Cult of Personality”, “Glamour Boys”, "What's Your Favorite Color? (Theme Song)", "Funny Vibe", “Middle Man” e outros que tiveram a benção de São Mick Jagger que depois de assistir um show da banda os apadrinhou.

Formada por Corey Glover (vocal), Vernon Reid (guitarra), Will Calhoun (bateria) e Doug Wimbish (baixo), os shows no Rio de Janeiro e em São Paulo prometem. O show do Circo Voador até acentua algumas memórias nostálgicas, não apenas pela apresentação que a banda fez em 2009 na Lona da Lapa, mas também, pelas inúmeras vezes que o Circo Voador exibiu clips da banda na virada da década de 1980/90. Já o show em São Paulo acontece no Tropical Butantã e contra com produção da Rádio & TV Corsário. A REMOVE_SILENCE_FOTO_Bel_Tsukazakiapresentação de abertura será da banda paulista Remove Silence (Foto: Bel Tsukazaki) que com 12 anos de estrada segue divulgando o álbum "Raw", lançado em janeiro último. CONHEÇA: https://bit.ly/2wK5Qw7

Além da Living_Colour_Rock_in_Rio_2013_Fotos_Michael_Menesescelebração pelos 30 anos do álbum "Vivid", o set dos shows no Brasil devem incluir outros clássicos dos álbuns que o sucederam, em especial sons do também clássico Time's Up (1990) que rendeu hinos como "Love Rears Its Ugly Head", “Elvis Is Dead”, “Type” e “Solace of You”. O Living Colour esteve no Brasil no ano passado promovendo “Shade” (2017), seu ultimo trabalho e que manteve a boa pegada em mesclar rock em todos os seguimentos com Black Music e afins.

Agora, é marcar presença nas apresentações, lembramos que ainda restam ingressos para ambos os shows e que logicamente #RECOMENDAMOS. – Michael Meneses!

SERVIÇO:
RIO DE JANEIRO
BANDAS:
Seu Roque + Living Colour
LOCAL: Circo Voador – Arcos da Lapa, S/N – RJ/RJ
DATA: Quinta-feira, dia 13 de junho de 2019, às 19h.
INGRESSOS:
Bilheterias do Circo Voador:
 terça a quinta: das 12h às 19h; sexta: das 12h às 24h (exceto feriados) e sábado a partir das 14h.
No Site:  https://bit.ly/2Wu8vo6
CAPACIDADE: 2.000 pessoas
CLASSIFICAÇÃO: 18 anos (de 14 a 17 somente acompanhado de um responsável legal).
EVENTO:  https://bit.ly/2WtyJI8

SÃO PAULO
BANDAS:
Remove Silence + Living Colour
LOCAL: Tropical Butantã – Av. Valdemar Ferreira, 93, São Paulo/SP
DATA: Sexta-feira, 14 de junho de 2019, às 20h
INGRESSOS:
Bilheterias do Tropical Butantã.
No Site:
https://bit.ly/2KCQfXD
EVENTO: https://bit.ly/2KF24MV

Portal Rock Press