Rock in Rio 2017 - Dia 3 – Balanço do Terceiro Dia!

Textos e Fotos por: Michael Meneses

O POP e o ambiente Família continuam, assim como os gritos de #FORATEMER que Nile Rodgers e Chic no Rock in Rio 2017 FOTO Michael Meneses Credito Obrigatórionão param de Ecoar na Cidade do Rock. Até ai nada de novidade no Rock in Rio. Contudo o Domingo teve surpresas. Destaque para Frejat levando finalmente o Rock no Palco Mundo, Alicia Keys revolucionando, Johnny Hooker, Liniker e Almério impactando e Nile Rodgers & Chic balançando ao fazer o melhor show do festival até agora!

Palco Sunset - A maratona começou sem atrasos, com o show da união lusitana da banda HMB e dos ex-integrantes da banda Da Weasel, Virgul e Carlão. Juntos e bastante animados os músicos apresentaram sobre um sol escaldante uma fusão de Soul-Rap-Dançante que agradou ao publico.

Johnny Hooker Liniker e Almério no rock in Rio 2017


Johnny Hooker Liniker e Almério no Rock in Rio 2017Em seguida o Sunset recebeu a impactante apresentação de Johnny Hooker, Liniker e Almério. Ambos dominaram o palco em um espetáculo performático, politizado e cheio de glamour. Johnny Hooker é a presença de palco em pessoa chamando a responsabilidade para si. Liniker e Almério idem. O fato é que esse show representou o ideal do Palco Sunset: unir sons, ideias e sentimentos através da música. Enfim, esse show foi uma soma onde Hooker, Liniker e Almério amaram e foram amados e o melhor, sem temer.

Na seguencia o Sunset, Maria Rita recebeu a americana Melody Gardot, e juntas prestaram uma homenagem a diva do jazz, Ella Fitzgerald e com esse tributo, Tom Jobim se fez presente mais uma vez no Rock in Rio.
 

Segue o Baile com Nile Rodgers & Chic...

Nile Rodgers e Chic no Rock in Rio

E comum dizer que muitas vezes o melhor dos sentimentos está no final, foi justamente o que aconteceu no último show da primeira Maratona de apresentações no Palco Sunset e sem duvida o melhor show do Rock in Rio até agora! A apresentação de Nile Rodgers e Chic, “Balançou” a Cidade do Rock Nile Rodgers e Chicque viajou no tempo, e não apenas formos transportados, indo da atual “Era Virtual” ao auge da “Era Disco”. Prova disso foi à declaração cheia de orgulho deita por Nile Rodgers: “Tenho o melhor trabalho do mundo, toquei com Diana Ross, Duran Duran, David Bowie, Madonna, Daft Punk, Lady Gaga...”. Enquanto o baile seguia, no pit destinado os fotógrafos e técnicos tudo era uma festa, o espaço se transformou em um autentico Baile com presença de diversos músicos que passaram pelo Sunset até então, entre um click e outro, identifiquei Fernanda Abreu, Johnny Hooker entre outros, todos juntos, Mídia, Artistas, Curadoria, Seguranças e a Turma do Gargarejo, tudo era festa! Ao final, de forma enaltecida todos que estavam no pit subiram ao palco para a celebração final! 


Frejat – Finalmente Rock no Palco Mundo do Rock in Rio!


Frejat no Rock in Rio 2017Palco Mundo - Depois de grandiosos shows POP´s, já era hora do Rock dar as caras no Palco Mundo. Coube ao veterano de guerra, Frejat a responsabilidade de levar o Rock aos Fãs de Justin Timberlake. Tal desafio é de fato uma batalha, mesmo para um dos mais importantes nomes do Rock Brasil desde os anos 80. E qual foi a formula para agradar jovens que em muitos casos nem eram nascidos quando Frejat deu inicio à carreira solo, muitos menos quando o Barão Vermelho surgiu na primeira metade dos anos 1980 e principalmente uma garotada que não estavam no Rock in Rio pelo Rock? A Resposta é simples: Um Set focado em clássicos do Barão Vermelho, hits radiofônicos há mais de 30 anos e ainda atuais, sons que funcionam em qualquer show, sobretudo os mega eventos. Frejat iniciou o set com “Puro Êxtase”, seguiu com “Pense e Dance”, e continuou com “Ideologia”, música em parceria com Cazuza, que Frejat alegou nunca ter tocado ao vivo até o momento. Falando em “Ideologia”, tem momento melhor para os gritos de “#FORATEMER”!? Frejat respondeu: “Tá Hora”. Em homenagem ao Luiz Melodia, veio “Negro Gato”, uma musica gravada por muita gente, mas na opinião de Frejat, foi de Luiz Melodia sua melhor versão. Embora o show fosse de sucessos, houve espaço para “Tudo se Transforma”, única musica do álbum recente de Frejat apresentada e uma das três da fase solo, “Amor pra Recomeçar” de 2001 e “Segredos” de 2002, foram as outras. “Pro Dia Nascer Feliz” encerra o set vitorioso. Uma formula simples e que ganha jogo. Faltou algo? Talvez, fugir do passado, porem se essa a formula fosse essa, o resultado do jogo poderia ser outro, diante de uma plateia que em sua maioria não estava ali pelo Rock! 

Ainda no Palco Mundo, a banda Walk The Moon, fazendo um pop-rock pouco convincente para o palco mundo, a banda tem carisma, porem, funcionassem melhor no palco Sunset, ou talvez em outra noite. Encerrando a noite Justin Timberlake fez uma apresentação elegante e prefeita para os fãs!
O destaque internacional do domingo ficou com a cantora Alicia Keys, que foi REVOLUCIONARIA, não apenas pelas participações especiais do Dream Team do Passinho e do Pretinho da Serrinha em seu show, ou mesmo pela sua bela presença de palco, e sim pela consciência politica ambiental em prol das demarcações das terras indígenas. A atitude de Alicia Keys ao disponibilizar minutos do seu show em um espaço midiático como o Palco Mundo do Rock in Rio à líder Indígena, Sônia Guajajara é louvável. Tal atitude não é nova em Terras Brasilis, como não lembrar o Sting apresentando o Cacique Raoni para o mundo na Década de 1980? Que bom que artistas internacionais tenham a iniciativa de levantar essa bandeira pelos Índios, uma causa que nem é apenas do Brasil, e sim uma causa que é minha, sua, e do mundo! #VALEUALICEKEYS e #VALEUSÔNIAGUAJAJARA, SOMOS TODOS #FORATEMER!    

Postado por Michael Meneses quarta-feira, 20 de setembro de 2017 00:57:00 Categories: #FORATEMER Barão Vermelho Daft Punk David Bowie Diana Ross Duran Duran Fernanda Abreu Frejat Lady Gaga Madonna Nile Rodgers e Chic Rock in Rio 2017 Samba Sting
Portal Rock Press