Rock com Samba em alto nível - Glória aos deuses Novos Baianos - 18/08/2018 - RJ

No cabalístico 18/8/18, o time dos Novos Baianos entrou em campo no palco do KM de Novos_Baianos_ FOTO_Cadu_Oliveira_RJ_18_8_2018Vantagens Hall com a formação original dos quatro atacantes com fome de gol, opa... de som: Paulinho Boca de Cantor, Moraes Moreira, Baby do Brasil e Pepeu Gomes. E mesmo a média de idade do quarteto estar na casa dos 70 anos, meu amigo... a galera ainda tem gás, voz, carisma e competência de sobra para animar a plateia como nos Anos 70.

Rock com Samba em alto nível – Glória aos deuses Novos Baianos!
KM de Vantagens Hall – RJ/RJ  – 18 de Agosto 2018 
TEXTO e FOTOS: Cadu Oliveira


A banda entrou no palco por volta das 23 horas para um público de aproximadamente 1000 pessoas. Também em cena, sentado à mesa no palco, o poeta Luiz Galvão. O meio-campo e cozinha é composto pelo “baixão na marcação” de Didi Gomes, percussão de Gil Oliveira e, quebrando tudo na bateria, mas as vezes dando um pulo no cavaco, Jorginho Gomes.

Novos_Baianos_ FOTO_Cadu_Oliveira_RJ_18_8_2018O espetáculo começou com imagens do filme “Filhos de João, O Admirável Mundo Novo Baiano”, no telão. Ao abrir das cortinas, Baby já estava lá, em cima do carro e, ao som de breve introdução, os outros três cavalheiros do vocal iam tomando seus lugares para entoar a primeira do show: “Anos 70”, escolhida para abrir e encerrar as apresentações durante a turnê pois é um hino de referência à banda e a capacidade de deixar suas marcas “na imagem e no som”, sempre com muito amor. Por falar em imagem... que cenário! Psicodelia à parte, muitas cores, referências ao movimento hippie e latões de lixo servindo como mesas e abajures. No fundo, tudo piscando e se mexendo, efeito enaltecido pela alegria de vê-los tocar.

O show foi marcado por problemas técnicos de som. Boa parte da apresentação Baby tocou percussão sem o microfone estar posicionado ou mesmo transmitindo o batuque. O mesmo se repetiu diversas vezes durante os solos de cavaco de Jorginho ou nos refinados riffs do Pepeu, apelidado “Pomps” carinhosamente por Moraes, que também tocou boa parte do show olhando para a coxia, como que pedindo ajuda aos céus, quer dizer, aos técnicos de som – que estavam perdidíssimos! Mesmo aos olhos mais leigos, dava para perceber que haviaNovos_Baianos_ FOTO_Cadu_Oliveira_RJ_18_8_2018 algo errado no palco. Para completar, crises de microfonia atravessaram tímida, mas irritantemente, pelo menos duas canções. Mas é aí que a gente vê se o time é bom, quando joga bem em lindos gramados verdejantes ou mesmo durante forte tempestade e poças de lama. Nota dez para banda, que tocou e não se deixou abater. Afinal, são monstros consagrados da nossa música e do rock popular Brasileiro.

Aliás, é preciso refletir sobre isso. Vi a poucos metros de distância a banda que pode ser, talvez, a melhor de rock setentista atuante, no nosso país. Porque o conjunto da obra é rico demais, variando do samba ao rock com desenvoltura jamais antes alcançada por ninguém. O instrumental tem swing e refino, lembrando “A Cor do Som”, mas o vocal suave e ao mesmo tempo abusado da Baby dão um complemento sem igual a sonoridade dessa célebre banda dos anos 70, tempos repressores do nosso Brasil. Nada mudou. Os tempos seguem sombrios e a Baby continua cantando, perdoem o palavrão, mas cantando para caralho! Não é exagero dizer que ela é o maior vocal feminino vivo do rock nacional – potente, marcante e até mesmo, ainda, sensual. Moraes e Paulinho já dobraram a curva dos setenta anos e são personagens pra lá de vivos no palco. Mesmo a voz, inegavelmente, não sendo como antes, entoar canções completas repletas de alegria e carisma. Pepeu Gomes toca um absurdo na guitarra. E os irmãos Gomes tem culpa séria no sucesso dessa mistura, pois Jorginho quebrou a bateria ao meio e o baixo de Didi é o recheio que intercala a massa de vozes, acordes e percussão. Quem conhece, já sabe. Quem assistiu, conferiu de perto – a banda toca muito.

Tirando os problemas técnicos, a apresentação valeu o ingresso, totalmente. Entre uma música e outra, nas poucas frases trocadas com o público, Paulinho disse “O Brasil tem que mudar, a gente tem que ser feliz”. O show contou com mudança de figurino, alternância entre os Novos_Baianos_ FOTO_Cadu_Oliveira_RJ_18_8_2018vocais e a ilustre presença do poeta Luiz Galvão, por vezes recitando ao microfone e arrancando aplausos. O show é fruto da turnê que acontece desde 2016, quando a banda se reuniu após 17 anos e que rendeu um DVD e versões nos formatos discos de Vinil e CD.

Já no final da apresentação, após quase fazerem a casa cair numa brilhante e vibrante execução de “Brasileirinho”, Baby vociferou no microfone, primeiro em tom doce dizendo: “Brasileiros, com licença.”, e depois gritando feito possuída pelo espírito do rock: “Glória a Deus, Aleluia”. Na sequência, todo mundo abandonou suas mesas para curtir as canções finais de pé ou aos pés do palco. Depois os mestres abandonaram a cena sem direito a bis, embora o coro tenha pedido e a plateia insistido na permanência.

Foram 23 músicas entre hits e mais hits, com destaque para “Mistério do Planeta” e o instrumental de Pepeu que chegou a arrebentar corda da guitarra. Que show. foi um sábado inesquecível, saí de lá querendo assistir de novo. Faça isso se tiver oportunidade. Tratam-se, sem dúvidas, de patrimônios vivos da nossa cultura, hinos de amor e felicidade, músicas e músicos... eternos. – Cadu Oliveira.

SETLIST:
1.      Anos 70
2.      Infinito Circular
3.      Dê um Rolê
4.      A Menina Dança
5.      Preta Pretinha
6.      Colégio de Aplicação
7.      Samba da Minha Terra
8.      Tinindo Trincando  
9.      Bilhete para Didi
10.  Swing de Campo Grande
11.  Na Cadência do Samba
12.  Amar-te (Poesia de Luiz Galvão)
13.  Eu sou o Caso Deles
14.  Na Baixa do Sapateiro
15.  Farol da Barra
16.  Isso aqui, o que é
17.  Acabou Chorare
18.  Sugestão Geral
19.  Mistério do Planeta
20.  Brasileirinho
21.  Besta é tu
22.  Brasil Pandeiro
23.  Anos 70
 

Postado por Michael Meneses quarta-feira, 22 de agosto de 2018 16:26:00 Categories: Arte Baby do Brasil Km de Vantagens Hall - RJ Novos Baianos Pepeu Gomes Psicodelia Rock Brasil Show
Portal Rock Press