PENNYWISE - 30 Anos Inteiros! - Jimmy & Rats + Comeback Kid + Pennywise - HUB-RJ - 30/11/2018

No último dia 30 de novembro, o HUB RJ recebeu o trio Comeback Kid, Jimmy & Pennywise_HubRJ_30_11_2018_PaulaPugaRats e Pennywise. Noite de som forte e acelerado, que agradou ao público do início ao fim.

PENNYWISE - 30 Anos Inteiros!
Jimmy & Rats + Comeback Kid + Pennywise
Espaço HUB RJ – 30/11/2018
TEXTO: Edy R. Monteiro – FOTOS: Paula Puga

Em trinta anos de estrada, a banda Pennywise acumula uma bagagem muito extensa, com uma carreira constante e progressiva - o que deixa impossível apresentar tudo de bom em um único show, mas com uma demonstração incrível de atitude e alegria de tocar.

A casa escolhida para a 7ª apresentação do Pennywise no Rio de Janeiro foi uma excelente opção! O HUB-RJ, na reestruturada zona portuária, cresce em seu potencial de corredor cultural. Abrigou muito bem duas atrações simultâneas de grande porte e totalmente distintas. Lado a lado estavam os trintões do hardcore e o hip hop de Russ, confirmando a boa vocação do local.

COMEBACK_KID_HubRJ_30_11_2018_PaulaPugaA primeira banda a pisar no palco, Comeback Kid, deve ter matado de arrependimento a galera que costuma chegar em cima da hora - ou até mesmo atrasada. Os canadenses subiram ao palco sem atrasos e apresentaram um som pesadíssimo e de qualidade. O vocalista Andrew Neufeld comandou muito bem o público, fazendo o povo entrar correndo para conferir de onde vinha a sonzeira. A apresentação terminou já com a pista quase toda tomada. 

Três décadas de história são suficientes para arrastar uma gama de personagens a apresentação. Espalhados pelo público, tínhamos variedade de tipos e locais: de goianas à portuguesas; grisalhos e pós-adolescentes; de carecas aos dread-locks. 

Pennywise_HubRJ_30_11_2018_PaulaPugaPennywise não precisou nem se esforçar muito para o público empolgar: a casa estava cheia e animada. O vocal Jim Lindberg iniciou com uma música atrás da outra, até tudo explodir com "Same Old Story" e corpos sendo suspensos ao ar na plateia.

As saudações e goladas de cerveja ficaram com o guitarrista Fletcher Dragge. Agradecendo ao público, e falando um pouco do que foi esse tempo de estrada, apresentou o primeiro single "Live While You Can", do disco de inéditas "Never Gonna Die". Descontração é um dos pontos fortes da banda - um dos prováveis ingredientes do sucesso em trinta anos de carreira -. Em certo momento do show, Jim Lindberg falou das influências e dos amigos Pennywise_HubRJ_30_11_2018_PaulaPugade estrada, e puxou um medley com várias bandas: Bad Religion, NOFX, Offspring, Face to Face... 

Vamos ficar na expectativa de que venham até nós no ano que vem. A banda soube criar um clima de festa, em uma noite carioca das melhores. No público tivemos vários presenteados, alguns no backstage, outros dividindo o microfone. Para galera em geral, um set-list passando pelos principais sucessos e uma promessa de retorno. Tudo caminhou para um final apoteótico, ao som de "Bro Hymn". O palco virou pista e em segundos estava completamente tomado. Não se sabia mais quem era banda e público, mas o som não deixou de rolar até o fim, e foi um belo fim.

TerminadoJimmy_e_RATS_HubRJ_30_11_2018_PaulaPuga o Pennywise, o público mostrou que anda perdendo um pouco a vontade de conhecer o novo... Nem todos permaneceram para o último show da noite: Jimmy & Rats. A banda encerrou com maestria a noite. Duas partes que estão há um bom tempo na estrada, separados, agora reúnidos, parecem recém-saídos de uma fonte de juventude. A primeira imagem que vemos do Rats quando está no palco é a alegria de tocar. O repertório de Matanza e Rats combinam muito bem, ótimo para os fãs de ambos que ficaram até o fim da apresentação e podem acompanhar o que está prestes a se tornar mais uma grande banda do sempre em renovação cenário musical do Brasil.

A noite de 30 de novembro precisa ser repetida mais vezes, principalmente em um Rio de Janeiro tão necessitado do bom e velho Rock and Roll, vale lembrar que não muito longe do HUB-RJ, Morrissey dava o ar da sua graça na Fundição Progresso. E não para por ai, estão surgindo novas casas, novas reuniões criativas. O público precisa participar mais dessa mistura, pois ele é quem consome, propaga e faz possível existir um bom e relevante cenário musical. Vamos consumir mais música, vamos prestigiar as produções, esse é um caminho que só traz bons frutos a quem o segue, parabéns aos envolvidos em mais uma noite mágica do rock carioca. - Edy R. Monteiro.

Postado por Michael Meneses quarta-feira, 5 de dezembro de 2018 02:06:00 Categories: Comeback Kid Destaque Hard Core HUB-RJ Jimmy & Rats On Stage Agencia Pennywise Punk Rock Rock Carioca
Portal Rock Press