NERVOSA in Bangu - Todo dia é um novo Rock in Rio!

A zona oeste do Rio de Janeiro vivenciou no último sábado (19/10), mais uma noite NERVOSA_Bangu_RJ_26_10_2020_FOTO_Michael_Meneses_Rock_Press_CREDITO_OBRIGATÓRIOmemorável, algo digno dos grandes shows de rock que já passaram pela região, como Ratos de Porão, Dorsal Atlântica, Varukers, Angra, e Shamam. Desta vez, quem fez história foram as meninas do Nervosa que simplesmente LOTARAM a eterna Lona Hermeto Pascoal em Bangu (atualmente Areninha Carioca Hermeto Pascoal) que juntamente com as bandas Ogiva Do Caos, Ceiffador e Caosficina mostraram que o rock autoral continua firme forte no subúrbio carioca e que venham as apresentações já confirmadas do The Mist, Attomica, Eskrota, Uzomi, Hierarchical Punishment, Taurus, Azul Limão...

NERVOSA in Bangu - Todo dia é um novo Rock in Rio!

Areninha Carioca Hermeto Pascoal - (Lona Cultural de Bangu) - Rio de Janeiro/RJ - 19 de Outubro de 2019
TEXTO: Michael Meneses 
FOTOS: Michael Meneses + Luciana Pires + Marcus Vini (VER+ Fotografias)

NERVOSA_Bangu_RJ_26_10_2020_FOTO_Michael_Meneses_Rock_Press_CREDITO_OBRIGATÓRIO

Seria uma noite como qualquer outra, se não fosse pelo fato que naquele de sábado ocorriam shows de rock em diversos pontos do Rio de Janeiro, ou seja, independente de estilos ou da estrutura do evento, o rock rolava solto na cidade. O fim de semana estava regado de música, seja com o canadense Bryan Adrams, bandas covers em bares, Festival Polyfonia no Vivo Rio, a edição carioca da Oktoberfest e tantos outros. A Rock Press esteve presença nesses dois últimos.

Com tantos eventos culturais na cidade, ficava a pergunta: “Vai ter público no Rio com tudo isso acontecendo, dias depois do Rock in Rio, perto do fim do mês, com Fla X Flu no Maracanã no dia seguinte, em uma cidade que não tem transporte funcionando 24 horas, será que o público vai se dividir e as iniciativas ficarão vazias? ” Enfim, a lista de empecilhos era a certeza de fracassos! Porém, ao menos nos eventos em que a Rock Press esteve presente, as casas ficaram cheias.

Ok! Mas esses eventos, eram distintos e atraindo públicos diferentes! Sim, mas acreditem, mesmo que em sua essência o rock seja um estilo agregador de pessoas, shows de rock sempre acabam fazendo você escolher por um. Assumo, se tivesse clones de mim mesmo estaria em diversos desses eventos. Contudo, o ofício me pautou em conferir (agora ainda mais de perto) o que já havia presenciado no último Rock in Rio, o show cheio de energia da Nervosa. Sendo assim, vamos a mais essa noite mágica do metal carioca...
OGIVA_DO_CAOS_foto_LUCIANA_PIRES
OGIVA DO CAOS – Em dia em que a atração principal é uma banda feminina, cabe ao rock feminina explodir o caos marcando presença, de preferência, logo no show de abertura. Foi o que aconteceu no set do quarteto feminino Ogiva do Caos. Oriunda de Itaboraí (região do Grande-Rio), a banda é formada por Ana Magistra (vocal e guitarra Foto: Luciana Pires), Luanda Lessa (guitarra), Kelly Garcia (baixo) e Gabriela Lewis (bateria). Cheia de energia, a Ogiva do Caos deu um pontapé inicial digno e mostrando um pouco do que estava por vim. CONHEÇA AQUI! 
Caosficina_FOTO_Michael_Meneses_Rock_Press_CREDITO_OBRIGATÓRIO
CAOSFICINA – De Ogiva do Caos à Caosficina, o CAOS sonoro seguia. A segunda banda, trazia influências de Thrash/HC, com letras em português carregadas de protestos políticos e religiosos e apresentaram sons do álbum “Caos na Terra, o Início do Fim”. O Caosficina é formada por Gabriel Hetfield (vocal), Luan Pinheiro (guitarra), Danilo Tavares (baixo) e João Guilherme (bateria). Enfim, um set literalmente caótico que fechou com uma versão de “Raining Blood” do Slayer, e mesmo apenas com uma guitarra funcionou, tamanha vontade.  CONHEÇA AQUI!

CEIFFADOR_FOTO_Michael_Meneses_Rock_Press_CREDITO_OBRIGATÓRIO
CEIFFADOR – Na correria desde 2006, e após mudanças de formação, o Ceiffador segue sua evolução.  Atualmente, a banda conta com Jerfeson Tcheco (vocal), Mad Rock e Raphael Santos (guitarras), Vatuzi Leontina (baixo) e Fernando Urubu (bateria). No show, ficou a nítida sensação que beberam com vigor da fonte do crossover brasileira dos anos 1980 e logo tinham o público na mão. De chato, apenas uns e outros que entravam na roda na maldade, mas tão logo resolvido, a paz se fez presente e o rock voltou a comprir o seu papel de divertir para refletir e ambos para agregar. O Ceiffador está no caminho. CONHEÇA AQUI!

NERVOSA – Rock in Rio Bangu...

NERVOSA_Bangu_RJ_26_10_2020_FOTO_Michael_Meneses_Rock_Press_CREDITO_OBRIGATÓRIO


NERVOSA_Bangu_RJ_26_10_2020_FOTO_Michael_Meneses_Rock_Press_CREDITO_OBRIGATÓRIOA Nervosa subiu no palco sem atrasos entre as apresentações, mesmo porque shows dessa produtora, assim como os que ocorrem nas Lonas Culturais não costumam atrasar, iniciam e finalizam em horário cômodo, o que é bom para todos, aliás, deveria ser exemplo a ser seguido. Antes, uma passagem do som anunciava que o som poderia não ser dos melhores, contudo, em relação ao som, o que se viu em termos de reação crítica do público, foi a indiferença, a banda tirou com gol de letra e o público vibrou como a torcida do Bangu A.C. que “reunida até parece a do FlaFlu”, como bem se canta em seu hino. Ou seja, o show foi uma vitória, e aqueles que ficaram lamentando as falhas técnicas e não focaram no amor do evento saíram derrotados, assim como quem não foi!

Falando em quem não foi, isso é só um detalhe, afinal a casa estava cheia. Vou a shows na Lona Cultural Hermeto Pascoal há mais de 20 anos e nunca a vi tão lotada, nem nas apresentações do mestre Hermeto Pascoal que já assisti ali tinha tanta gente! Público lindo, para um show lindo, em uma noite linda!

NERVOSA_Rock_in_Rio_2019_FOTO_Marcus_Vini_VER_Mais-FotografiasNo palco a Nervosa foi domínio total, sintonia com público, profissionalismo e humildade. E, o que se viu em Bangu, foi o que o tempo do show no Rock in Rio não permitia, mas nem por isso deixou a desejar, afinal o RIR 2019 (FOTO Marcus Vini/VER+ Fotografias), foi muito mais que um show de rock, foi um dos grandes momentos do metal nacional, pois pela primeira vez uma banda feminina de rock pesado tocava no festival, e naquele momento todos fomos um pouco de Volkana (DF), Flamea (DF), Mercenárias (SP), Ozone (SP), Eskröta (SP),  Placenta (BH), Vocífera (PE), Lilly Junkie (SE), The Jezebels (SE), Scatha (RJ), Melyra (RJ), Indiscipline (RJ) e tantas outras bandas femininas do Metal/Punk/HC que escreveram e escrevem suas histórias. Como falamos da zona oeste carioca, não podemos esquecer da Crepúsculo, primeira banda de metal feminino da região, talvez, até mesmo do Rio de Janeiro, ou ao menos, que desenvolveu um trabalho mais consistente no subúrbio do Rio no início dos anos 1990.

NERVOSA_Bangu_RJ_26_10_2020_FOTO_Michael_Meneses_Rock_Press_CREDITO_OBRIGATÓRIOEngajadas em causas nobres, a Nervosa não ignorou os ávidos gritos do público de “Hey Bolsonaro Vai Tomar no Cu!” Mesmo que não gritassem também, nesse momento a guitarrista Prika Amaral respondeu dançando ao ritmo dos gritos e os sorrisos eram nítidos em seus rostos, porém, ao anunciar “Guerra Santa”, a baixista e vocalista Fernanda Lira falou: “Pior que misturar música com política, é misturar política com religião”. Algo para fazer qualquer heavy pensar: “Falo mal de Deus, da Igreja, mas votei em Pastor, isso é certo!?” Outra interação entre  público e banda que aconteceu durante todo o show, era a presença de um “Cão-Cover”. Sim! Alguém no meio do povo imitava com uma perfeição canina o latido de um cachorro em sentido de alerta, tão perfeito que a própria Fernanda chegou a perguntar se era um cachorro de verdade! E se tem "Cão-Cover", por que não ter crianças? Sim, acompanhada de seus pais várias crianças levaram sua alegria e paz ao evento!

Encerraram, com “Never Forget, Never Repeat” e “Into Moshpit”. Um set direto, sem muita lenga-lenga, e o que poucos sabem é que a Fernanda Lira (baixo e vocal) mesmo com toda energia no palco, não estava se sentindo bem há alguns dias. Contudo, no palco, a Fernanda se demostrou tranquila assim como Prika Amaral, já a baterista Luana Dametto destruía NERVOSA_Bangu_RJ_26_10_2020_FOTO_Michael_Meneses_Rock_Press_CREDITO_OBRIGATÓRIOsem piedade a cada batida. Juntas, definiram muito bem o que é ser um Power-Trio!

Agora, a Nervosa toca no Festival Minas no Front que acontece entre 31 de outubro a 2 de novembro no SESC-Pompeia/SP, e além da banda, conta com shows de outras bandas e DJs femininas como Mercenárias, The Shorts. Se liga no evento oficial AQUI. Depois, tem show no Chile, no dia 6 de dezembro ao lado dos chilenos do D1straught. Informações AQUI. Já em 2020, a banda será uma das atrações do Wacken na Alemanha que esse ano terá como destaque a tour de 50 anos do Judas Priest.

Ato nobre pelos animais...

O NERVOSA_Bangu_RJ_26_10_2020_FOTO_Michael_Meneses_Rock_Press_CREDITO_OBRIGATÓRIOevento, já havia convidado a produção da VEGAZÔ (Feira Vegana da Zona Oeste/RJ), para montar um stand no evento, porém a produção (que nem é vegana) encontrou um filhote de cachorrinho, abandonado nas proximidades da Lona e sem pensar muito, adotou temporariamente o filhote até encontrar um dono em definitivo para o cãozinho.

Finalizando, esta foi uma daquelas noites que passados 10, 20, 30 anos será lembrada com carinhos, assim como ainda acontece com shows que passaram pelo subúrbio carioca ao longo dos anos. Foi eterno! – Michael Meneses!

 

Próximos shows na Areninha de Hermeto Pascoal de Bangu:

The_Mist_Rio_de_Janeiro_2019_okTHE MIST  + ENTERRO + HICSOS + AS DRAMATIC HOMAGE.
LOCAL: 
 Areninha de Hermeto Pascoal -Praça 1º de Maio S/Nº, Bangu – RJ/RJ - (21) 3463-4945
DATA: Sábado, 2 de novembro de 2019 de 18hs
INGRESSO ANTECIPADOS:
Nas Lojas:
UNDERGROUND ROCK WEAR -
Rua Fonseca box 95, Bangu - Ao lado do Shopping Bangu – RJ/RJ.
REQUIEM ROCK STORE - Galeria B Box 170 - (ao lado da Rodoviária)  - Campo Grande RJ/RJ.
HEADBANGER - Lojas 213 e 214, R. Conde de Bonfim, 346 – Tijuca – RJ/RJ.
HARD AND HEAVY - R. Marquês de Abrantes, 177 - Loja 106 – Flamengo/RJ.
No local: Areninha carioca Hermeto Pascoal (Lona de Bangu).
No site: https://bit.ly/31Oyh9t
CLASSIFICAÇÃO: 14 anos
EVENTO: https://www.facebook.com/events/2687217594640910/
PRODUÇÃO: Be Magic Produções, Rato no Rio, Heavy Drink e Caos Fest

ATTOMICAATTOMICA_Rio_de_Janeiro_2019 (SP) + ESKROTA(SP) + FORKILL + NECROMANCER + NECROWAR + CALLAMITY
Evento beneficente, onde sua renda será revertida em prol de um projeto que abriga animais em situação de rua.
LOCAL:  Areninha de Hermeto Pascoal - Praça 1º de Maio S/Nº, Bangu – RJ/RJ - (21) 3463-4945
DATA: Sábado, 21 de dezembro de 2019 de 18h
INGRESSO ANTECIPADOS:
Nas Lojas:
UNDERGROUND ROCK WEAR -
Rua Fonseca box 95, Bangu - Ao lado do Shopping Bangu – RJ/RJ.
REQUIEM ROCK STORE - Galeria B Box 170 - (ao lado da Rodoviária)  - Campo Grande RJ/RJ.
HEADBANGER - Lojas 213 e 214, R. Conde de Bonfim, 346 – Tijuca – RJ/RJ.
HARD AND HEAVY - R. Marquês de Abrantes, 177 - Loja 106 – Flamengo/RJ.
No local: Areninha carioca Hermeto Pascoal (Lona de Bangu).
EVENTO: https://www.facebook.com/events/718032581972946/
CLASSIFICAÇÃO: 14 anos.
PRODUÇÃO: Be Magic Produções, Rato no Rio, Heavy Drink e Caos Fest
 

FÚRIA Furia_Underground_Areninha_de_Bangu_RJUNDERGROUND
SHOWS:
Uzomi + Hierarchical Punishment (Santos/SP) + Issos + Hexen Sabbat
DATA: Sábado, 18 de Janeiro de 2020, 18hs.
LOCAL:  Areninha de Hermeto Pascoal -Praça 1º de Maio S/Nº, Bangu – RJ/RJ. - (21) 3463-4945
INGRESSO ANTECIPADOS:
Nas Lojas:
UNDERGROUND ROCK WEAR
- Rua Fonseca box 95, Bangu - Ao lado do Shopping Bangu – RJ/RJ.
REQUIEM ROCK STORE - Galeria B Box 170 - (ao lado da Rodoviária)  - Campo Grande RJ/RJ.
No local: Areninha carioca Hermeto Pascoal (Lona de Bangu)
CLASSIFICAÇÃO: 16 anos.
PRODUÇÃO: Porão Produções Underground


TAURUS + AZUL LIMÃO + FORKILL + CALLAMITY
DATA:
Sábado, 8 de fevereiro de 2020 de 17h
LOCAL:  Areninha de Hermeto Pascoal -Praça 1º de Maio S/Nº, Bangu
EVENTO: https://www.facebook.com/events/485004862254323/
CLASSIFICAÇÃO: 14 anos
PRODUÇÃO: Be Magic Produções, Rato no Rio, Heavy Drink e Caos Fest

Portal Rock Press