MELVIN RIBEIRO: 1000 Shows, Muitas Bandas e Infinitas Histórias! - ENTREVISTA

Tudo começou por sonhar assumir o baixo na Legião Urbana, o sonho (ainda) não veio, Melvin_ESTRADA_FOTO_I_Hate_Flashporém, desde a década de 1990, o músico Melvin Ribeiro fez história em discos e nos palcos do Brasil tocando com bandas como Caborna, Autoramas, Acabou La Tequila, e Mustang entre outras. Foram mais de mil apresentações que estão narradas no livro “Estrada – 1000 Shows do Melvin”. E, os projetos continuam, os próximos shows acontecem nesta sexta-feira (20/12) com duas das suas bandas, o Tripa Seca, e Melvin e Os Inoxidáveis, que dividem o palco da Audio Rebel em Botafogo/RJ com a banda Elétrico Vesúvio na edição natalina do BacaFest. Entrevistamos Melvin Ribeiro na Coluna 1, 2, 3, 4...
 

MELVIN RIBEIRO:
1000 Shows, Muitas Bandas e Infinitas Histórias! 

TEXTO:
Michael Meneses
FOTOS:
Beto Canhão + Bruno Baketa + Marcos Hermes + Diogo Padilha + I Hate Flash + Jorge Bispo

Melvin_ESTRADA_Banda_Autoramas_Marcos_Hermes

O fim de ano está aí, e com ele os tradicionais eventos de rock em edições especiais de natal. Um deles será a última edição do BacaFest de 2019 que acontece sexta-feira (20/12) com shows das bandas Elétrico Vesúvio, Tripa Seca, Melvin e Os Inoxidáveis, no palco da Audio Rebel, em Botafogo na zona sul carioca. Entre os músicos dessas bandas existe algo em comum, todos são da geração 1980/90 e seguem produzindo, tocando e estendendo suas contribuições dentro da música independente nacional. 

Tripa_Seca_FOTO_Beto_CanhãoUm desses músicos é o Melvin Ribeiro, que sobe ao palco com duas bandas. Uma delas é o Tripa Seca (foto), banda em atividade desde 2015 e formada por Marcelo Callado (bateria, guitarra e voz e com passagem pelas bandas de Caetano Veloso, Do Amor, Jonas Sá, Rubinho Jacobina, entre outros), Renato Martins (guitarra e voz e que tocou no Acabou La Tequila, Canastra, Lafayette e os Tremendões), André Paixão (guitarra, teclados, bateria e voz, que também atende por Nervoso e tocou no Beach Lizards, Acabou La Tequila, Matanza e Lafayette e os Tremendões) e Melvin no baixo. O som do Tripa Seca mescla elementos do rock sessentista, música latina e indie psicodélico. CONHEÇA AQUI! Melvin_e_Os_Inoxidáveis_ÁLBUM

Já em Melvin e Os Inoxidáveis, Melvin faz as guitarras, canta e tem em sua companhia os músicos Guga Bruno (guitarra), Marcelão de Sá (baixo) e Fred Castro (bateria) e que seguem divulgando o EP com cinco músicas e intitulado “Inoxidáveis” (capa) e que foi gravado no Melhor do Mundo Studios, produzido e mixado por Alexandre Griva. OUÇA AQUI.

Certamente essas apresentações com esses projetos renderão novas histórias, ao persistente Melvin Ribeiro, que ao longo de quase 30 anos vem se apresentando de norte a sul do Brasil ao lado de músicos e bandas de variados estilos. Essas memorias, estão no livro “Estrada – 1000 Shows do Melvin”. Entrevistamos Melvin em 1, 2, 3, 4... no bate-papo que segue: 

1 – Michael Meneses / Rock Press: Mil shows, trocentas bandas e muitas histórias. Como você se descobriu no Rock, conta um pouco da sua história e como surgiu a ideia do livro?
Melvin_ESTRADA_Carbona_FOTO_Bruno_BaketaMelvin Ribeiro -
Eu comecei tocando nos anos 90, e rapidamente comecei a quebrar galhos e tocar de última hora em outras bandas. Estava sempre presente, ia em todos os shows, era muito fã de algumas bandas. O Carbona começou no fim de 1997 e foi responsável por mais de 1/3 desses mil shows. Começamos imprimindo um ritmo insano de mais de 50 shows por ano, e comecei a sonhar com a marca dos mil. O livro veio pra celebrar isso, e principalmente para contar as histórias que fui acumulando. Muitos momentos marcantes, alguns engraçados, encontros com nomes importantes... fiquei mais de um ano trabalhando pesado no livro, e sempre guardei muito material. Estou muito feliz com o resultado, e tem sido bastante elogiado.LIVRO_Estrada_1000_Shows_do_Melvin

2 – Rock Press - Na cena independente nacional você tocou e dividiu palco com muita gente. Com quem gostaria de tocar e nunca tocou e com quem gostaria de voltar a tocar?
Melvin Ribeiro - Eu comecei no baixo porque aos 12 anos soube que a Legião Urbana estava sem baixista e achei que ia conseguir. Um dia ainda quero dividir o palco com o Dado e o Bonfá, por isso. Mas é muito difícil pensar demais numa lista, porque em alguns momentos implicaria em praticamente torcer pra alguém sair de uma banda. Aí não pode.

3 – Rock Press - Você acompanha o underground a cena desde os tempos das fitas demos e fanzines. Hoje bandas divulgam seus trabalhos nas plataformas digitais e afins. Sendo você o homem dos mil shows e das muitas bandas, o que um momento pode aprender com o outro?
Melvin Ribeiro -
Eu acho que naquele momento anterior, quem tinha muita força de vontade e trabalhava incansavelmente acabava se destacando. Hoje em dia me parece mais difícil se destacar. Mas aprendi demais fazendo cartazes, marcando shows, tirando xerox, recortando capa da demo... hoje acho que todo mundo começa em outro patamar, de uma maneira geral qualquer gravação soa melhor, é uma época de mais recursos e com menos custo.

Melvin_ESTRADA_Carbona_FOTO_Bruno_Baketa

4 – Rock Press - Você faz show com a banda Melvin e Os Inoxidáveis na edição de natalina do Festival BacaFest. Fale um pouco desse trabalho?
Melvin Ribeiro -
Também faço show com o Tripa Seca, que é minha banda nova com velhos companheiros: o Nervoso, Melvin_ESTRADA_Acabou_La_Tequila_FOTO_Jorge_BispoRenatinho e Marcelinho Callado. Já tocamos juntos no Lafayette & os Tremendões, Acabou La Tequila (foto) e mais um monte de projetos. O Melvin e os Inoxidáveis surgiu de uma necessidade de finalmente assumir a frente em um projeto. Como figura de frente, eu posso ter esse projeto pra sempre, mesmo que eventualmente o time possa jogar com alterações. Eu acabei montando um time dos sonhos, estreamos no milésimo show e tem sido muito empolgante estar nessa outra posição. Lançamos um EP ano passado, que tocou mais do que eu esperava, e mixamos agora mais duas músicas para lançar em janeiro. Temos o Guga Bruno na guitarra, que tem o projeto solo dele também e que conheci tocando no Lasciva Lula, o Marcelão (que foi meu professor!) no baixo, e originalmente o Barba na bateria. O Barba não está mais, e nesse show volta o Fred Castro. Depois não sei o que vai acontecer, mas certamente vamos seguir tocando. A banda criou um entrosamento incrível, se desdobrou em outros projetos, e hoje em dia é muito fácil e bom tocar juntos.

5 – Rock Press - Quais seus projetos para 2020, Shows, Bandas, eventos de lançamento do livro... conta tudo e deixa sua mensagem final aos leitores da Rock Press?
Melvin_ESTRADA_FOTO_Diego_PadilhaMelvin Ribeiro - Em 2020 eu quero lançar mais material do Melvin e os Inoxidáveis, quem sabe até finalmente o primeiro álbum. O Carbona deve fazer mais shows também. E vou voltar pra estrada com o livro: a primeira prensagem esgotou, estou fazendo uns ajustes para a segunda edição e marcar um lançamento em São Paulo. Eu curto muito a Rock Press, colaborei para versão impressa láááá na pré-história e fico muito feliz por esse espaço. Leiam meu livro "Estrada", ele foi feito com muito carinho e provavelmente fala de alguma banda que você curte.

 

Elétrico Vesúvio é mais uma atração da edição natalina do BacaFest

Elétrico_Vesúvio_FOTO_Divulgação

No decorrer de 2019, muita gente legal tocou BacaFest, uma iniciativa e que sempre procurou valorizar o rock autoral. Nesta edição especial de Natal (serviço abaixo), além das bandas Tripa Seca, e Melvin e Os Inoxidáveis, ainda terá apresentação da Elétrico Vesúvio (foto), banda que assim como as já citadas, é composta por veteranos músicos da cena independente carioca e nacional, na formação, Lucky Leminsky (vocal), Olmar Lopes (baixo), Bacalhau (bateria) e Daniel Gringo (guitarra). As influências da banda vão do Krautrock ao Rock `Psicodélico. Vale conferi AQUI!

Prestigiem...
Fica a dica Rock Press: Prestigiem o BacaFest, pois nestes dias caóticos vividos pela cultura como um todo, iniciativas como essas são uma prova de resistência, e logicamente, #Recomendamos! – Michael Meneses!

SERVIÇO:
BacaFest
BACAFEST_Edição_de_Natal_20_12-2019Especial de Natal.
BANDAS: Tripa Seca + Melvin e Os Inoxidáveis + Elétrico Vesúvio
DATA: 20/12/2019 (sexta-feira), às 20h
LOCAL: Audio Rebel - Rua Visconde de Silva, 55 - Botafogo - Rio de Janeiro/RJ
INGRESSOS:
Bilheteria da Audio Rebel:
Funcionamento diariamente dás 14h às 21h
No site: https://www.eventbrite.com.br/o/audio-rebel-18257083204
EVENTO: https://www.facebook.com/events/2523149781343792/
CLASSIFICAÇÃO: 16 anos
CAPACIDADE: 90 pessoas.
INFORMAÇÕES GERAIS:
Forma de pagamento: para o ingresso, dinheiro e cartão de crédito; no bar, todos os cartões de crédito. Casa equipada com ar condicionado e wi-fi gratuito.

Portal Rock Press