Mário Linhares - O ADEUS DO VINGADOR

Infelizmente 2017 foi um ano triste a música e cultura em geral: perdemos artistas de diversos Mário Linhares Vocal Banda Dark Avengersegmentos artísticos. O mais recente foi Mário Linhares, vocalista das bandas Dark Avenger, Harllequin, o músico ainda lecionava aulas de canto. Jonildo Dacyony e o autor do texto, enquanto Michael Meneses colheu os depoimentos de Fãs, Amigos e Músicos. Em respeito a família e aos músicos das suas bandas, não colhemos depoimentos destes e desejamos toda energia positiva e força a eles!


Mário Linhares - O ADEUS DO VINGADOR
Texto por Jonildo Dacyony
Depoimentos e pesquisa de imagens por Michael Meneses!


Dark Avenger FITA DEMOEm meados da década de 1990, chegou até a mim, através do meu primo e baixista da banda Making Noise o músico Carlos Edu, a demo tape “Heavens... Choose Your Site... Hell”. A fita era de uma banda nova no cenário heavy nacional, logo me chamou a atenção, não só minha, mas de todos que tiveram acesso a ela, por se tratar de um grupo que fazia um som vigoroso e bem trabalhado, um Power Metal de altíssima qualidade em uma época em que as vertentes, digamos, mais tradicionais do estilo estavam um pouco em baixa. Dentre os jovens músicos do planalto central, destacava-se o vocalista, que possuía um timbre vocal peculiar que passeava entre o melódico e o agressivo e alcançava as notas mais altas com uma facilidade impressionante. 

Seu nome: Mário Linhares. Descobriríamos posteriormente que o rapaz era de Manaus, criado em Fortaleza e radicado em Brasília, algo incomum, pelo menos para nossas então mentes limitadas (e da maioria dos headbangers brazucas, diga-se de passagem) que só esperariam que surgisse um fenômeno desse nível no sudeste do país. O fato é que, durante quase três décadas batalhando à frente, tanto do Dark Avenger, quanto do Harllequin, sempre acompanhado de parceiros musicais da maior competência, Mário deixou sua marca através de suas composições, nos provando que a música independente pode ser sim, feita com perfeccionismo e popularidade dentro de seu contexto no Brasil.

Poderia ficar horas escrevendo aqui sobre a obra de Linhares, principalmente no Dark Avenger, mas nesse momento de despedida e de dor para os fãs e, sobretudo para a família, é melhor que estejamos irmanados e ouçamos suas músicas para celebrar sua vida e sua carreira. – Jonildo Dacyony


Depoimentos em homenagem e em reconhecimento ao Mario Linhares!

Carlos Edu – Baixista da banda Making Noise – RJ/RJ – “Nos anos 1990 era comum escrever aos espaços dos leitores nas revistas de rock em busca de novos contatos e amigos. Falávamos algo como “Quero me corresponder com fãs das bandas...” e foi assim que a banda Dark Avenger me escreveu em busca de novas amizades no RJ, me enviaram sua primeira demo-tape, divulgando o primeiro show deles no Garage e consequentemente no Rio de Janeiro. Copias daquela Fita K7 rodaram por Rádios e na mão da galera, do show guardo boas lembranças, ganhamos camisas, ganhei uma baqueta, fizemos fotos juntos, contamos piadas... Mas acima de tudo deu-se origem a novas amizades, era o encontro de uma promissora banda do Distrito Federal com a galera do Subúrbio Carioca! Deus há de por Mário Linhares em um bom lugar!”.

Lula Mendonça – Maceió/AL - Jornalista e Radialista, apresentador do Programa “O Metal é a Lei” - “O rock pesado sempre teve a característica de aproximar fãs e ídolos, mas a relação de Mário Linhares com seus fãs, amigos e admiradores, sempre foi muito especial, sempre com muito carinho e muito respeito. Tenho certeza que esse sentimento de perda não é só meu, mas de todos que tiveram a oportunidade de conhecê-lo. Boa passagem Mário, aqui, tenha certeza, você vai fazer muita falta!”.

Cleiton Borges - Aracaju/SE - Professor de Inglês – "Tenho 25 anos e conheci o trabalho do Mário quando por volta de 2008 descolei o álbum “Tales of Avalon”. Fiquei impressionado com o alcance vocal dele e com a sonoridade da banda de Brasília que trazia aquele heavy metal clássico com doses de Power Metal que tanto amo. Desde então, acompanhei os discos seguintes. Nas entrevistas do Mário sempre se mostrou um cara inteligente e apaixonado pelo metal. Com a triste notícia do seu falecimento se vai minha esperança de vê-lo ao vivo, já que o Dark Avenger estava divulgando um novo disco, (excelente, por sinal), e havia rumores de um show na Bahia, o que me ajudaria bastante no deslocamento para assisti-los ao vivo! Obrigado por tudo Mário Linhares, o guerreiro da voz!”.

Eduardo lira - Musico nas bandas; Instrumental, Katharsiis, Panaceah, Déia Cassali- RJ/RJ - "Conheci o Dark Avenger ainda na década de 90, através das coletâneas da Revista Planet Metal. A partir dali o Dark Avenger se tornou para mim uma referencia no segmento. A música "Morgana" foi um divisor de águas sobre o entendimento do que o Mário Linhares representa para o DA e para o metal nacional. No início desse ano eu tive a oportunidade de conhecê-lo após uma live da banda. Ele falou sobre o quanto investiria nessa turnê do novo CD. O metal nacional perde um monstro icônico. Um nó que fica, na linha do destino desse segmento."

Agamenon Jatobá - Aracaju/SE - Professor de Língua Inglesa. – “Sou apaixonado por Heavy-Metal, desde os 13 anos, mantinha contato com o Mário Linhares pelo Facebook. Interessante que nossa amizade pelo Facebook começou por conta de um comentário que fiz sobre a voz do Sebastian Bach, num show. Ele não curtiu muito, mas logo veio no inbox se desculpar pelo que tinha dito e daí passamos a ter contato. Um cara do bem, batalhador, Apaixonado pela música e pelo Dark Avenger. A banda se preparava para uma turnê e ele estava muito feliz com isso. Uma grande perda para o metal nacional, uma das maiores vozes do metal mundial. Vai deixar saudade. Quando comprei o CD mais recente o “The Beloved Bones”, ele comentou sobre a dificuldade que teve para lançar o álbum, mas que estava bastante satisfeito com o resultado final”.

Uyara Figueiredo – Aracaju/SE - Professora de Sociologia e estudante de Ciências Sociais – “Por mim, esse ano já poderia acabar. Ainda não caiu a ficha e estou com o coração partido. A morte prematura do Mário Linhares nos abateu bastante. Há poucos dias conversávamos em um post do Facebook, sobre a questão da intolerância no Heavy-Metal, temas políticos, que mesmo nos tempos sombrios em que vivemos, não foram ignorados pelo Mário. E veio essa bomba, custei bastante para acreditar que uma pessoa incrível nos deixou tão cedo. Eu posso sentir a dor da família e da esposa. Mesmo como fã, a gente sente também, pois no Metal somos uma família... Espero que ele esteja bem, ao lado de outros grandes músicos. Vá em paz, guerreiro... E toda força pra família dele, e para família metal.”.

Rick Olivieri – Músico, nas bandas Ravena e Lírios, artista gráfico, colaborador do Portal Rock Press – RJ/RJ – “Conheci o Mário nos tempos de radialista e co-apresentava o programa On The Rocks na Rádio Comunitária de Campo Grande/RJ. Ele se mostrou um músico bastante profissional e uma pessoa fácil de lidar. Sua voz fará falta no cenário nacional.”.

Alex Voorhees – Banda Imago Mortis (RJ) - Gravataí/RS – “Para mim Linhares era o melhor vocalista de Metal da história desse país, e o estilo depois de uma perda como essa, perde um pouco mais da razão de ser, porque não há reposição para lendas como ele. Posso garantir que o Heavy Metal está morrendo.”.

Dejair Benjamim – Vocal da banda Tchandala - Sergipe - “Como é difícil acreditar em sua partida! Lá se vai um dos maiores representantes do metal brasileiro. A sua voz única e a sua forma expressiva de interpretação deixarão uma lacuna vazia para sempre entre o nosso meio e, nos resta apenas, as suas magníficas obras e a sua alma de guerreiro para sempre em nossas lembranças. RIP Mário Linhares!”.

Marcus Larbos – Vocal da banda Panaceah e colaborador do Portal Rock Press – “Linhares era uma voz diferenciada; desde o início no underground em Brasília mostrou identidade e versatilidade. Apesar da mídia nacional do metal não ter dado a devida notoriedade a ele e ao Dark Avenger, quem acompanhou a cena sabe quem foi ele. Descanse em paz Mário Linhares!”.

Trevas – Vocal da banda Metalmorphose – RJ/RJ - "Uma das maiores vozes do Metal Brazuca se foi! Tive a sorte de assistir o Dark Avenger ao vivo lá nos primórdios, Mário Linhares já destruía tudo! E o cara ainda evoluiu mais e mais, nos brindando com uma quadra excelente de discos de estúdio! RIP Mário Linhares”.

Michael Meneses – Editor Portal Rock Press - RJ/RJ - Meu contato com o Mário Linhares e Dark Avenger SHOW no Garage RJ em 14 6 1997 disponibilizado pela Juliana do Reduto do RockDark Avenger aconteceu graças ao Carlos Edu (Making Noise) que em meados dos anos 1990 me apresentou a Demo-Tape da banda. Assisti dois shows da banda no lendário Garage, um em 1995 e outro em 14/6/97, (Ver filipeta disponibilizada pela Juliana do Reduto do Rock). Na época desde segundo (O terceiro da banda no Rio), fotografava e escrevia na coluna “West Rock News” do Jornal Zona Oeste/RJ onde entrevistei a banda. Levei a Demo em rádios cariocas, destacando os Programas, “No Sense”, “On The Rocks” e ao programa que tive com os amigos Flavio “Tripa” de Souza e Jonildo Dacyony o “Music For Nation” todos na Rádio Comunitária de Campo Grande/RJ e ao Programa Rock Ponty na Rádio Impressa FM (Primeira FM do Brasil). Tempos depois à frente da Distro/Selo Cultural Parayba Records, os discos da banda que passaram nos stands sempre foram bem requisitados! Com o surgimento das Redes Sociais tinha contato com Linhares via facebook e uma matéria/entrevista sobre o disco novo estava em pauta. Contudo o que mais me despertava admiração no Mário Linhares vai além do seu talento, mas sim sua fé e orgulho por ter superado seus problemas de saúde no passado e isso demostrava o quanto era um ser humano da paz, uma pessoa inspiradora! Desejo toda força e energia positiva aos familiares, amigos e fãs de todos seus trabalhos. Namastê!

Portal Rock Press