LYRIA - Immersion Tour Live - Matriz Casa de Cultura – Belo Horizonte/MG!

Com uma apresentação grandiosa a banda carioca Lyria levou a Immersion Tour ao público mineiro, Banda_LYRIA_foto_Celio_Junio Ferreiraem noite que ainda contou com show da banda Aknus. O cenário da festa foi a tradicional Matriz Casa de Cultura de Belo Horizonte.

LYRIA - Immersion Tour Live BH!
Lyria e Aknus - Matriz Casa de Cultura – Belo Horizonte/MG – 23/03/2019
TEXTO e FOTOS: Celio Junio Ferreira

A noite prometia aos mineiros fãs de metal melódico, afinal, o palco era uma das mais tradicionais casas da cena alternativa mineira, a Matriz Casa de Cultura de BH, o Aknus fez um afinado show de abertura e a atração da noite, o Lyria vinha no gás, por conta da apresentação em Juiz de fora/MG na noite anterior. A promessa se cumpriu, foi perfeito. Vamos aos shows...

Aknus...
Banda_AKNUS_FOTO_Celio_Junio FerreiraEram aproximadamente 22h30, quando a Aknus subiu ao palco da Matriz. Janyni Tayná, vocalista da banda, iniciou com um discurso reflexivo sobre os últimos acontecimentos no país, homenageando as vítimas de Brumadinho e de Moçambique, mostrando sua revolta com os responsáveis pela tragédia. Acompanhada por Filipe Soares (guitarra e voz), SofiaBanda_AKNUS_FOTO_Celio_Junio Ferreira Lempp (baixo), e Samuel David (bateria), Janyni lamentou e justificou a ausência do guitarrista Bruno Elber, e em solidariedade ao amigo, que vive um momento delicado com o falecimento do pai, dedicaram a música “Última Vez”.

Foi um set majestoso, destaque para a voz da jovem Janyni Tayná, que mesmo com uma aparência tranquila, demonstra ser uma máquina de sentimentos explosivos, sendo percebido em; “Realidade”, “Lenda Morta”, “Última Vez”, “Lua”, “Envenenado Ser”, “Deixa Arder”, “Sobreviver” e “Atlas”.

Ao fim, Janyni falou sobre o significado do nome Aknus, segundo ela, o nome e uma menção às constelações e suas simbologias. Já o som, traz influências que passam por Pitty, Paramore e Evanescence. A Aknus demonstra ter um futuro promissor. A banda volta aos palcos no próximo dia 30 de março, na Savassi em Belo Horizonte, até lá, confira o single “A Lenda Morta” em: https://bit.ly/2Fpeynq .

Lyria...
Banda_LYRIA_foto_Celio_Junio Ferreira“Alô Belo Horizonteeee!”. Eram 23:30m, quando Aline Happ (Vocal) cumprimentou o público mineiro ao som de “Follow the Music”, uma pertinente escolha para iniciar um show, devido a força dessa música, em seguida e mantendo o clima, veio “Revenge”.

Além da voz de Aline, o Lyria é formada por: Rod Wolf (guitarra), Thiago Zig (baixo) e Thiago Mateu (bateria). As características da banda são únicas, e a influência celta é nítida. “Get what you want”, é uma canção suave, mas, com o grave forte de Thiago Zig. A quarta música foi “Phoenix Rebirth”, outra com boa sonoridade. Emendaram com “Ligth and Darknes”, “Insanity” e “Give u just a minute”. O público respondia à altura, em momentos como: “Hard to Believe”. “Last Forever” trouxe o clima suave de volta, e em seguida “Let It Go (Version)” do filme Frozen.Banda_LYRIA_foto_Celio_Junio Ferreira

Pequena pausa, e continuaram com “True War”, que deu tom de uma nova abertura. A interação da banda e público era evidente, e foi assim em “Ashes of My Fears”, canção bem trabalhada nas guitarras e no baixo. Em “Something Is Rotten”, Aline Happ discursou: “Não deixem que ninguém diga o que vocês não querem, batalhe por aquilo que vocês quiserem e vocês vão chegar lá”.

Perto do final, veio, “Let Me Be Me”“Best of Me” que mantiveram a sinergia geral. E coube à “The Rain” e “Run to You” encerrar o show. Porém, devido os gritos de “Mais um!”, eles tocaram “Jester”, que fechou a tampa com louvor!

O Lyria volta a se apresentar na Feira Medieval do Rio de Janeiro nos dias 06 e 07 de abril e no Espaço Som no dia 11 de Maio em São Paulo. Saiba mais em: https://bit.ly/2JxN44l. - Celio Junio Ferreira.

Posted by Michael Meneses Tuesday, March 26, 2019 6:53:00 PM Categories: Aknus Lyria Matriz Casa de Cultura de BH Rock Rock Brasil Rock Mineiro
Portal Rock Press