FESTIVAL MINAS NO FRONT: Representatividade feminina no Sesc Pompeia – SP/SP

Pelo segundo ano consecutivo o Sesc Pompeia (São Paulo) é palco do Festival Minas no Front. A NERVOSA_Bangu_RJ_26_10_2020_FOTO_Michael_Meneses_Rock_Press_CREDITO_OBRIGATÓRIOproposta é promover uma maior visibilidade para as mulheres no rock uma vez que se reserva pouco espaço para as bandas femininas. Nesta edição, o festival terá participação de nomes importantes do rock feminino no Brasil, como As Mercenárias e Nervosa (foto), também se apresentam as paulistas In Venus, Charlotte Matou um Cara, Florcadáver e do Paraná a The Shorts. Além dos shows, as DJs Debbie Hell, Shey Guess e Lady Rocker tomarão à frente nas picapes nos dias 31 de outubro à 2 de novembro. Confira na matéria que segue um pouco da sua trajetória musical desses importantes nomes da cena rock feminina.

FESTIVAL MINAS NO FRONT
Representatividade feminina no Sesc Pompeia – SP/SP

TEXTO: Larissa Oliveira
FOTOS: Divulgação e Michael Meneses (Nervosa)

Em sua primeira edição no ano passado (2018), o Festival Minas no Front contou com bandas como Dominatrix (SP), Cora (PR) e Miêta (MG), o engajamento do público por conta dessa iniciativa e a proposta pertinente do evento, motivaram a essa segunda edição do festival. Que esse ano terá shows de nome As Mercenárias, The Shorts e Nervosa entre outros nomes, além de DJs femininas nas Picapes. Conheça um pouco de cada abaixo.

31 de outubro - As Mercenárias, Charlotte Matou um Cara e DJ Debbie Hell

As_Mercenarias_Foto_Divulgação_Facebook

AS MERCENÁRIAS – Impossível não falar de rock feminino no Brasil e não lembrar desse nome lendário do rock nacional. Formada no início dos anos 80, a banda Post-Punk contava com Sandra Coutinho (baixo), Rosália (vocal), Ana Machado (guitarra) Edgard Scandurra (guitarrista do Irá bateria) e atualmente só Sandra permanece como membro original. O primeiro LP, Cadê as Armas? (1986), traz fortes influências de bandas lideradas por mulheres do exterior, como The Slits e Siouxsie and The Banshees, além de críticas perspicazes a instituições como Igreja e Estado. No segundo álbum, Trashland (1988), nota-se outras influências musicais ao som, mas o engajamento político permanece intacto. As Mercenárias se desfizeram naquele mesmo ano voltando à ativa na década de 2000 com outras integrantes a fim de celebrar os sucessos atemporais. Sandra Coutinho (baixo e voz) Michelle Abu (bateria) e Marianne Crestani (guitarra) formam a recente formação da banda (FOTO) que lançou o box set Baú 83–87 (2015), pela Nada Discos, no segundo semestre deste ano, contendo demos e raridades nunca lançadas e seu lançamento oficial será a grande expectativa para os fãs no Minas no Front, passado o festival, a banda faz show no Caxias Music Fest na Baixada Fluminense. CONTATO! CHARLOTTE_MATOU_UM_CARA_Foto_divulgação_facebook

CHARLOTTE MATOU UM CARA – Em Atividade desde 2015, e formada com Andrea (vocal), Dori (bateria), Camis (baixo) e Nina (guitarra). Em 2017, lançaram um álbum homônimo com músicas gritadas inspiradas pelo movimento Punk Riot Grrrl, que abriu as portas para muitas mulheres jovens expressarem seus anseios através da música. Este quarteto poderoso cruza temas relevantes, como homofobia, fascismo, intervenção da igreja e do estado nos corpos das mulheres em canções punk velozes que são mensagens diretas para a maré crescente de conservadores no país. CONTATO!

DJ DEBBIE HELL – A DJ da primeira noite do festival também atende por Débora Cassolatto e é uma multiartista que atua como DJ há mais de uma década, apresentadora na Mutante Radio, curadora de projetos voltados aos direitos das mulheres e muito mais. No dia 31 de outubro, Debbie discoteca com sua playlist rocker e suas inspirações vão desde Stooges ao Bikini Kill. CONTATO!
 

1 de novembro - The Shorts, Florcadáver e DJ Shey Guess

THE_SHORTS_Divulgação_Facebook

THE SHORTS – A banda de Curitibana formada pela fotografa Natasha Durski (vocal), Andreza Michel (baixo e backing vocal), Babi Age (bateria), Taís D'Albuquerque (guitarra e backing vocal) e Daniel K (guitarra) começou seus trabalhos em 2014 flerta com diversas vertentes do rock, como o Experimental, o Blues e o Shoegaze, em composições em Inglês/Português/Francês. O resultado é o crescimento e reconhecimento muito rápido da banda que no ano seguinte abre o show do canadense Marc Demarco no festival Coisarada #1, no mesmo ano, lançou seu primeiro EP, intitulado “Serendipity”. O ano de 2016 só traria coisas ainda melhores é veio o primeiro álbum, “Dawn”, produzido por Kramer (Daniel Jonhston, Butfhole Surfers, Galaxie 500). The Shorts ainda tocaria no mesmo festival que a renomada banda Proto-Punk, Death (Não confundir com a lendária banda de Death Metal Death), na terceira edição do Curitiba Rock Carnival. Ano passado, eles abriram para a banda L7 em Curitiba e ufa! Tem muita coisa boa na bagagem do Shorts e o Minas no front é com certeza um dos lugares que não poderiam faltar! CONTATO!

FLORCADÁVER_Divulgação_FacebookFLORCADÁVER – Essa banda nasceu de uma iniciativa Riot Grrrl incrível chamada Girl Rock Camp Brasil, na qual meninas e mulheres desenvolvem entre outras coisas, seus talentos artísticos por meio de oficinas e etc. Amanda Buttler (baixo e voz), Célia Regina (guitarra e voz) e Theodora Charbel (bateria e voz) já faziam parte da cena independente e se uniram não só para esse projeto musical como também a outras mulheres numa versão argentina do Girl Rock Camp, a Chica Amplificada, que ocorre em Buenos Aires. A banda também recebeu apoio dos fãs no orçamento de sua turnê sul americana através da plataforma Catarse. Com uma van, as integrantes têm rodado por diversos estados promovendo seu futuro EP, ainda não lançado, mas que já tem um single com clipe chamado “Baleia”. CONTATO!   

DJ SHEY GUESS – Discotecando na segunda noite do festival essa atuante DJ das noites paulistanas. Sua playlist é diversificada e através de suas redes sociais como soundcloud e facebook, é possível acompanhar os locais de sua discotecagem como também suas playlists. CONTATO!

2 de novembro - In Venus, Nervosa e DJ Lady Rocker

NERVOSA_Bangu_RJ_26_10_2020_FOTO_Michael_Meneses_Rock_Press_CREDITO_OBRIGATÓRIO

NERVOSA - A banda de Trash Metal composta por Fernanda Lira (baixo e vocal); Prika Amaral (guitarra e backing vocal) e Luana Dametto (recente baterista) ativa há quase uma década. Seu primeiro álbum “Victim of Yourself” foi lançado em 2014 e partir daí a banda seguiu em turnê pela América do Sul, Estados Unidos e Europa. O segundo álbum, “Agony”, veio em 2016, e a entrada da baterista Luana Dametto influenciou a sonoridade Death Metal do mais recente trabalho do Nervosa, “Downfall of Mankind” (2017). As letras do trio contêm forte engajamento político e o último foi descrito pelas integrantes como puramente feminista. Ser uma banda de metal extremo feminina em um meio ainda muito machista é uma luta diária para a Nervosa que já relataram diversas situações que as inferiorizaram e sexualizaram e é por isso que elas transformam a sua música em afronta direta ao machismo e já chegaram muito longe. Entre os quais, foram a única banda totalmente feminina a tocar no Rock in Rio, a banda também fez uma apresentação memorável em Bangu (fotos da banda nessa matéria) no subúrbio carioca (LEIA AQUI). No ano que vem, tocarão no festival europeu, Wacken Open Air, o mais renomado festival de metal do mundo. CONTATO! 

IN VENUS - Formada em 2015, a In Venus apresenta um Post Punk com letras de teor feminista e também qIN_VENUS _Divulgação_Facebookue lutam contra a opressão sociopolítica. Composta por Cint Ferreira (voz e teclado), Julian Regine (bateria), Rodrigo Lima (guitarra) e Patrícia Saltara (baixo), a banda lançou seu primeiro single “Mother Nature” em 2016 e no ano seguinte, “Youth Generation”, que estão presentes no primeiro EP “Ruína” do mesmo período. Os fãs podem esperar uma atmosfera eletrizante com toda entrega de uma grrrl band. CONTATO!

DJ LADY ROCKER – É o nome artístico de Ariane Fernandes, a atua como DJ em São Paulo já há alguns anos e suas redes sociais voltam-se à divulgação de seu trabalho como tatuadora. CONTATO!

#Recomendamos...
Iniciativas como esse festival são de fundamental participação de todos. E a Rock Press recomenta e RECOMENDA MUITO! - Larissa Oliveira.

SERVIÇO: Festival Minas no Front 
Minas_no_Front_CartazDATAS:
31 de outubro, 1 e 2 de novembro, às 21h
LOCAL: Sesc Pompeia - Rua Clélia, 93 — SP/SP 
CLASSIFICAÇÃO: 18 anos. 
INGRESSOS: No Local 

Portal Rock Press