DARK TOWER – “Temos completo repúdio à qualquer doutrina que impeça o ser humano de possuir voz e senso críticos”

Na estrada há mais de 10 anos e influenciado por várias vertentes do metal, o Dark Tower conquistou um dark_tower_rato_no_rio_9_12_2018_foto_marcelo_pereiramerecido prestígio, sendo hoje uma das mais respeitadas bandas da cena extrema carioca. Tal reconhecimento vai além do Rio de Janeiro, afinal a banda já rodou o Brasil, América do Sul e pelo andar da carruagem, a Europa é logo ali, juntamente com o disco novo que vem sendo trabalhado. Antes, a banda faz show com Krisiun e os ingleses do Cradle Of Filth, nesta sexta-feira (24/5), em noite que promete ser extremamente épica no Circo Voador/RJ e em nova iniciativa da OnStage Agência e No Class Agency. Conheça um pouco dessa história e as novidades da banda nessa entrevista na Coluna 1, 2, 3, 4...

DARK TOWER – “Temos completo repúdio à qualquer doutrina que impeça o ser humano de possuir voz e senso críticos”
TEXTO e ENTREVISTA: Michael Meneses
FOTOS: Marcelo Pereira.

Mesmo que para muito, a cena rock no Rio de Janeiro viva sempre em altos e baixos, o heavy carioca sempre foi uma tradição nacional, bandas nasceram na cidade dark_tower_rato_no_rio_9_12_2018_foto_marcelo_pereiramaravilhosa, Baixada Fluminense, Niterói e na Região Serrana e dos Lagos. Na medida do possível, seguiram desbravando os guetos da cidade, o Brasil e o mundo, assim como bandas de outros estados, em sua maioria sempre desejam tocar no Rio. Seja como for, fazer rock no Rio de Janeiro é uma luta, da qual quem não desiste, segue conquistando. 

Um desses exemplos é o Dark Tower, banda formada por Flávio. Gonçalves (Vocal), R. Casotto e R. Morais (guitarras), Rodolfo Ferreira (baixo e vocal) e R. Grilo (bateria) e que iniciou suas atividades em 2008, seus primeiros trabalhos foram a demo “Specters Arrival” e os EP’s “Lord of the Vastlands” e “Retaliation”. Em 2013, veio “...Of Chaos and Ascension”, álbum lançado pelo selo Eternal Hatred e distribuição da Voice Music e Mutilation Rec. Em 2016, o segundo disco, “Eight Spears” que teve lançamento da Black Legion Prods e distribuição dos selos Lab 6 Music, Burn Distro, Mindscrape e Insane Rec. Com o álbum a banda levou seu som para diversas cidades e estados do Brasil, entre os quais: São Paulo, Minas Gerais, Espírito Santo, Paraná, Bahia, Sergipe, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, além do Rio de Janeiro. Mas, nem só de Brasil vive a banda, no ano passado (2018) o Dark Tower percorreu a América do Sul passando por Colômbia, Equador, Peru, Bolívia e ponto alto na Argentina, no festival Criminal Metal Camp Open Air.

Novas conquistas, surgiram e o Dark Tower hoje tem patrocínio das Palhetas Rafive. No momento a banda trabalha em seu novo álbum, e segue com shows, o próximo será com os ingleses do Craddle of Filth, juntamente com o Krisiun no Circo Voador (veja serviço abaixo). Conversamos com Flávio. Gonçalves e Rodolfo Ferreira nessa entrevista que segue:

1 - Rock Press/Michael Meneses - Vocês se tornaram um dos nomes mais respeitados do metal carioca nos últimos anos. Conta um pouco dessa história aos dark_tower_rato_no_rio_9_12_2018_foto_marcelo_pereiraleitores da Rock Press...
Rodolfo Ferreira / Dark Tower
: Primeiramente, agradecemos suas palavras! Lutamos bastante nesses anos de existência, e é extremamente gratificante, ver esse reconhecimento! Para quem não nos conhece, começamos nossa trajetória nos idos de 2008. De lá para cá, lançamos 2 álbuns, 3 EPs, rodamos de norte a sul do pais, tocando com vários nomes do Metal nacional e internacional, e recentemente fizemos uma tour internacional, que passou por inúmeras cidades de países como Argentina, Peru, Colômbia, Equador e Bolívia. Participamos de shows com públicos de até 3 mil pessoas, terminamos essa tour de forma bem simbólica e positiva, dividindo a posição de headliners com os estadunidenses do Invidiosus na última noite do festival open air argentino Criminal Metal Camp, que acontece anualmente em Córdoba, Argentina.

2 - Rock Press - Para muitos, a cena carioca é desacreditada. Porém, o Rio possui boas bandas e shows nacionais e internacionais estão sempre acontecendo. O que vocês têm a dizer sobre essa situação do heavy/rock carioca!?
Flávio Gonçalves:
Há profissionalismo e muita vontade, por parte de algumas produtoras, agências e bandas. Infelizmente, isso aindadark_tower_rato_no_rio_9_12_2018_foto_marcelo_pereira está aquém do que precisamos, para termos novamente o nosso cenário como era, tempos atrás. O fenômeno da não-renovação do movimento é algo que está fugindo aos nossos esforços, pois é uma constatação, que a faixa etária média dos espectadores de Rock/Metal está na casa dos 30 anos e as gerações seguintes não estão frequentando mais os eventos, de uma forma geral, a exemplo de antigamente. Porém, isso não é uma tendência somente da nossa cena, numa escala microscópica. É um acontecimento global, e precisamos reorganizar as nossas estratégias, para voltarmos a interagir novamente a nossa Cultura com os mais jovens, desde a sua infância/adolescência. E assim, mantermos intacta a nossa longevidade, como um movimento identitário. Temos entraves como o advento da Internet (que faz com que as pessoas estejam cada vez mais afastadas da vida real), problemas sistêmicos como a violência - que aumentou bastante, nos últimos anos (uma grande peculiaridade, do Rio de Janeiro e outras metrópoles), a falta de acesso ao poder aquisitivo (com isso, o lazer e entretenimento são os primeiros cortes domésticos) etc. São muitos desafios a serem transpassados, mas a desistência não está em nossos planos!

3 - Rock Press - Nos últimos anos, parte da cena rock, indo do pop aos segmentos mais extremos se tornaram conservadores. Em alguns casos, sendo com posturas até contraditórias do ponto de vista ideológico. Qual a visão da banda sobre essa fase atual da cena?!
dark_tower_rato_no_rio_9_12_2018_foto_marcelo_pereiraFlávio Gonçalves:
Somos headbangers, primeiramente. Portanto, considerem sim, que fazemos parte de uma minoria, ainda que sejamos muitos. Nossa cultura, o Heavy Metal, sempre esteve à margem da sociedade comum, queiram ou não. Dark Tower é norteado e calcado na oposição ao conservadorismo vigente, que é iletrado, servil, tosco e imbecil. Não paramos por aqui: também temos completo repúdio à qualquer doutrina que impeça o ser humano de possuir voz e senso críticos, visando o impedimento de sermos senhores do nosso próprio desenvolvimento individual, intelectual, cultural, espiritual e filosófico.

 

4 - Rock Press - A banda faz show com Cradle of Filth e Krisiun no Circo Voador no próximo dia 24 de maio. Comente esse show e conta pra gente o que vem de novo no Dark Tower. Discos, tour...
Rodolfo Ferreira:
dark_tower_rato_no_rio_9_12_2018_foto_marcelo_pereiraDividir o palco com o Cradle of Filth é uma grande realização para a banda pois, inegavelmente, eles são influência para o nosso trabalho, além de serem um dos nomes mais icônicos do Metal Extremo mundial. Dividir um show com eles, em sua primeira passagem pelo Rio de Janeiro, numa noite tão especial, com eles tocando na íntegra um álbum clássico como o Cruelty and the Beast, e tendo também o Krisiun, um dos maiores  representantes do metal nacional no mundo inteiro... é realmente uma honra e uma grande responsabilidade! Somos extremamente gratos pelo convite, feito pelo pessoal da No Class e OnStage. Esperamos ansiosos, para tomar o palco do Circo Voador com esses dois expoentes do Metal mundial! Sobre planos futuros, estamos trabalhando em nosso terceiro CD. Entraremos em estúdio ainda em 2019 e, por isso, já estamos conversando sobre novas turnês, tanto no Brasil, quanto fora dele! Temos inúmeros convites para retornar aos países sul-americanos, que estivemos no final do ano passado. Somando a isso, queremos finalmente invadir solo europeu, com este novo trabalho em mãos!

5 - Deixe uma mensagem final aos leitores da Rock Press...
dark_tower_rato_no_rio_9_12_2018_foto_marcelo_pereiraRodolfo Ferreira:
Agradecemos ao Portal Rock Press, pelo espaço e por entrar em contato conosco para essa entrevista! Agradecemos também a todos que apoiam o nosso trabalho! Em uma sociedade tão volúvel e tomada pela preguiça generalizada de conhecer novos trabalhos e artistas, o apoio de vocês é inestimável para o Dark Tower! 
Flávio Gonçalves: Deixamos aqui, os nossos endereços nas redes sociais!  Entrem, sigam-nos e compartilhem! Este movimento é muito valioso, para nós!

CONTATOS:
YOUTUBE:
https://www.youtube.com/user/darktowertv
FACEBOOK: https://www.facebook.com/darktowermetal/
INSTAGRAM: https://www.instagram.com/darktowerofficial/

SERVIÇO: Dark Tower + Krisiun + Cradle Of Filth
LOCAL: Circo Voador – Arcos da Lapa, S/N – RJ/RJ
DATA: Sexta-feira, dia 24 de maio de 2019, às 22h
INGRESSOS:
Bilheterias do Circo Voador:
 terça a quinta: das 12h às 19h; sexta: das 12h às 24h (exceto feriados) e sábado a partir das 14h.
No Site:  https://bit.ly/2VWn5cL
CAPACIDADE: 2.000 pessoas
CLASSIFICAÇÃO: 18 anos (de 14 a 17 somente acompanhado de um responsável legal).
EVENTO:  https://www.facebook.com/events/262839311300121/


Leia também: Rato no Rio 2018 – “O Submundo voltando a ser melhor!
Maya + Cara de Porco + Dark Tower + Tamuya Thrash Tribe” - https://bit.ly/2VTPwYS

Posted by Michael Meneses Wednesday, May 22, 2019 3:31:00 PM Categories: Criminal Metal Camp Open Air Dark Tower Heavy Metal Independente Rock Brasil Rock Carioca Rock Nacional Sergipe Show Underground
Portal Rock Press