BLACK ALIEN - Lança “Abaixo de Zero: Hello Hell” no Circo Voador/RJ

O Mc mais querido de Niterói volta ao palco do Circo Voador, desta vez para estrear seu novoBlack_Alien_Destaque_Circo_Voador_Abaixo_de_Zero_Hello_Hell álbum: “Abaixo de Zero: Hello Hell”. Para abrilhantar ainda mais a noite, a abertura fica por conta do experiente e perspicaz mestre de cerimônia De Leve. A certeza que a noite vai ser linda é que os ingressos estão esgotados!

BLACK ALIEN - Lança “Abaixo de Zero: Hello Hell” no Circo Voador/RJ 
TEXTO: Cadu Oliveira – FOTOS: Divulgação

Quem conhece a carreira do Gustavo Black Alien sabe o quão especial é esse lançamento. O novo álbum representa uma verdadeira renovação de vida para o rapper que mergulhou fundo no universo das drogas e conseguiu sobreviver para contar história, dar exemplo e ainda lotar o Circo, mais uma vez.

Já para quem não conhece, vale a pena deixar aqui registrado. Estamos falando de um dos mais respeitados nomes do Rap nacional. Isso devido sua originalidade e perspicácia no verso. Black Alien fez parte do Planet Hemp e chegou a ser preso com a banda, nos idos de 1997. Além disso, tem participações épicas com Raimundos, Paralamas do Sucesso, Funk como le Gusta, Marcelo D2, Frejat, Dead Fish, Ultramen, Pavilhão 9, e uma mais que especial imortalizando “Um bom Lugar”, com Sabotage.

Mas a obra que o colocou o Alien na vitrine da MPB humana veio em 2004, com “Babylon By Gus – Vol 1: O Ano do Macaco”. O álbum é black_allien_babylon_by_gus-vol.-1uma coleção de hits do começo ao fim, tendo se tornado um clássico fundamental para apreciadores do rap carioca. Onze anos depois, o “Babylon By Bus – Vol 2: No Princípio Era o Verbo” não chegou a empolgar público e crítica tanto quanto seu novo trabalho.

Abaixo de Zero marca uma parceria forte entre Black Alien e o beatmaker Papatinho. Mais que isso, cada track parece parte de uma terapia pessoal de Gustavo consigo próprio. Lançado esse ano, no dia 12 de abril, o álbum tem 9 faixas e marca o retorno em alto estilo do MC.

Aspirando o Hello Hell...
A primeira faixa é “Área 51”, um hino do “retorno do cretino”, repleto de referência a todas as drogas e as viagens pesadas que compuseram a trajetória do Black. Logo na sequência vem “Carta pra Amy”, com a mesma pegada, autobiográfica e embebida em substâncias. Rimas afiadas e incisivas desejam ao ouvinte a missão da interpretação. E o refrão é obra prima! Fosse viva, Amy faria o feat, certão.

A terceira canção é “Vai Baby” uma love song ao estilo sensual do Gustavo na antiga “Perícia na Delícia”. Já em “Que nem o meu Cachorro” volta ao mic o compositor capaz de fazer refletir. A batida é simples e muito bem acompanhada pelo flow característico “chapado demais pra um dia me vingar”. E a quinta pérola é “Take Ten”, rap ligeiro e com refrão em inglês, prática que Black curte desde sempre.

Os beats são qualidade Papatunes, o selo criado pelo baet maker Papatinho, notabilizado pelos trabalhos com a Cone Crew Diretoria, dentre outros. A sexta canção é mais uma sobre amor. “Au Revoir” tem refrão cativante. E logo na track de número sete do disco Gustavo lança “Aniversário de Sobriedade”, mais uma letra repleta de pó e poesia.

Fechando o disco tem “Jamais Serão” e “Capítulo Zero”, uma dupla que se encaixa e se completa. Apesar de um pouco monotemático, o álbum tem boas canções e descreve perfeitamente a situação atual do artista. São 26 minutos com beats de extrema qualidade preenchidos com rimas inteligentes. “1993, primeiro rapper da cidade. 2019, poucos rappers dessa idade”, é uma delas. O tempo de serviço e o arsenal fabricado são as provas de que Black Alien é uma verdadeira entidade da Hip-Hop nacional.

Quem estiver presente no próximo dia 26, no Circo Voador, vai prestigiar o lançamento de um álbum que na verdade é um retrato 3x4, feito em verso e batida. A essência das canções está tal como a imagem da capa: a cara do Gustavo, em pedaços de amor, memória, paz e em pura psicodelia, não mais das drogas, mas da própria chapação que é sobreviver. - Cadu Oliveira.

SERVIÇO:
BLACK ALIEN – Lançamento de ‘Hello Hell: Abaixo de Zero’

SHOW DE ABERTURA:  De Leve
DATA: 26 de Julho, às 22h
LOCAL: Circo Voador – Arcos da Lapa – S/N – Lapa/RJ
INGRESSOS: Esgotados
CAPACIDADE: 2.000 pessoas
CLASSIFICAÇÃO: 18 anos (de 14 a 17 somente acompanhado dos pais)

Posted by Michael Meneses 23/07/2019 Categories: Black Alien Circo Voador Hip Hop Lapa/RJ Planet Hemp Rap rapper
Portal Rock Press