A Música e o Quilombo

Uma das maiores mazelas da  escravidão foi a perda dos laços familiares na Arte por Alex Dellaterra  Coluna Imagem Social Por Tania Limadiáspora Africana. Famílias africanas foram separadas e destituídas dos direitos de acompanhar o fim e o renascimento de suas gerações. Foram perdidas culturas e identidades linguísticas com a finalidade de reduzir o negro (escravo) a objeto de compra e venda descaracterizado de saber e desejos.


IMAGEM SOCIAL - "A Música e o Quilombo".
Texto: Tania Lima - Arte de Alex Dellaterra

Dizem que  muitos morreram de Banzo (abatimento) porque sentiam falta de seu lugar e que a fuga para os quilombos representavam um ato de resistência e também uma forma de manter viva sua ancestralidade; Era a recuperação de algo deixado em África. Nos quilombos se resgatavam práticas religiosas, músicas e danças africanas. Neste ponto ressalto a música como rito de passagem para comunicação com sábios e anciãos e também para fins de comunicação. Ela é companheira  também na hora de expressar emoções e explicar sentimentos. Os tambores africanos, por exemplo, expressam o coração da África pois seu ritmo forte e representa o pulsar da cultura africana.

A música brasileira é  impregnada de ritmos que nos dão uma identidade  composta por cada região brasileira isso deu margem para o surgimento de alguns  movimentos musicais,  como por exemplo a Música Periférica Brasileira. Trata se de um movimento composto geralmente por artistas negros da periferia que são influenciados pelo Soul, MPB, Samba, Rap e Rock. No Brasil o samba pode virar rock e o rock pode virar samba. Essa mistura categoriza um estilo único de pensar e sentir a música; o ROCK, por exemplo, apresenta vários subgêneros  entre eles: Punk-Rock, Heavy Metal, Surf Music, Garage Rock, Rock Progressivo e Power-Pop. Desta forma cada um se vê representado em um dos universos mais democráticos do mundo:  a musica.

E Que assim seja. Salve a democracia e que ela se viralize para todos os espaços criando categorias de inclusões econômicas e sociais, aproximando todos no consenso de se permitir apenas serem o que quiserem ser. – Tania Lima.


Tania Lima Coluna Imagem SocialSobre Tania Lima - Formada em Administração, Sociologia, possui lato sensu em Docência do Ensino Superior, cursa Mestrado em Políticas Públicas na UFRJ, milita em causas sociais, em prol do movimento afro e nunca se cansa de lutar!

 

 

Sobre Alex Dellaterra - Estudou Artes Visuais na PUC-Campinas, e seus trabalhos são constantemente expostos em eventos culturais independentes que ocorrem pelo Rio de Janeiro, sobretudo na Zona Oeste Carioca Conheça outros de seus trabalhos em: 
Facebook: https://www.facebook.com/profile.php?id=100011353119088
Instagram: https://www.instagram.com/alex_delaterra/

Essa coluna, assim como outros espaços do Portal Rock Press dará voz à fotógrafos, tatuadores, chargistas e artistas plásticos que desejem ilustrar em prol da consciência social. Escreva para gente!

CONTATO PORTAL ROCK PRESS:
Envie news e sugestões de pautas da sua banda, selo, fanzine, HQ, gravadora, editora de livros, distro, arte, produtora de show e evento, cinema, cultura alternativa e Underground em geral. A/C: MICHAEL MENESES - michaelmeneses@portalrockpress.com.br 

Envio material físico das suas produções:
PORTAL ROCK PRESS:

CAIXA POSTAL: 30450
Rio de Janeiro/RJ - Brasil
CEP: 21351 - 970

TWITTER: https://twitter.com/portalrockpress 
FACEBOOK: https://facebook.com/portalrockpress
INSTAGRAM: https://instagram.com/portalrockpress/

Comentários